Cristiane Oliveira fala sobre filmagem e equipe feminina de “Mulher do Pai”

O fato de Cristiane Oliveira ter recebido o prêmio de direção no Festival do Rio pelo primeiro longa-metragem da carreira pode sugerir um sucesso repentino. Mas a cineasta gaúcha percorreu um bom caminho até ali: dirigiu três curtas, foi assistente de direção, trabalhou como produtora e co-escreveu dois longas. Com a lição de casa feita, ela agora vive a experiência de lançar

45 filmes editados por mulheres que você precisa ver

O que os filmes O Mágico de Oz, A Malvada, Acossado, Tubarão, Touro Indomável, Beijos Proibidos, O Céu de Suely, Cidade dos Sonhos e Mad Max: Estrada da Fúria têm em comum? Todos foram editados por mulheres! Profissionais femininas trabalharam como montadoras desde os primeiros anos do cinema, quando muitos filmes nem creditavam os responsáveis pela função. Estudos apontam que elas são minoria na indústria cinematográfica atual: representaram

Noémie Saglio fala sobre os desafios das mulheres no cinema francês

Nos últimos quatro anos, a francesa Noémie Saglio rodou três longas-metragens: Beijei Uma Garota (2015), Connasse, princesse des coeurs (2015) e Tal Mãe, Tal Filha (2017), que está na programação do Festival Varilux de Cinema Francês e entra em cartaz nos cinemas brasileiros no dia 20 de julho. Mas pergunte à Noemie qual a sua profissão e ela provavelmente responderá que é roteirista

5 filmes para assistir no festival Novo Cinema Indiano

A diversidade do cinema da Índia está em cartaz na mostra Novo Cinema Indiano, que ocorre de 14 de junho a 3 de julho no Centro Cultural Banco do Brasil de São Paulo (SP). A programação põe o foco em uma nova geração de realizadores, com filmes produzidos entre 2013 e 2016 e falados em nove dos 18 idiomas oficiais

10 documentários musicais para ver no In-Edit Brasil

Sessenta filmes de 18 países estão na programação do In-Edit Brasil, festival de documentários musicais que ocorre de 14 a 25 de junho em São Paulo (SP). As sessões são gratuitas no Cine Olido, CCSP, Cine Matilha, Museu da Imagem e do Som, na Cinemateca Brasileira e no circuito Spcine, e custam R$ 12 (inteira) e R$ 6 (meia-entrada) no CineSesc. Em

Crítica: “Paris Pode Esperar”, de Eleanor Coppola

Em 2009, Eleanor Coppola estava em Cannes acompanhando o marido, Francis Ford Coppola, em um dos principais festivais de cinema do mundo. De lá, o casal seguiria para o Leste Europeu, mas Eleanor tinha uma forte gripe e não queria voar. Aceitou, então, a ajuda de um francês sócio do marido, que ofereceu levá-la de carro até Paris. A viagem que

Robin Wright e Connie Nielsen vão atuar em “Liga da Justiça”

Se a sua parte favorita de Mulher-Maravilha foi ver as amazonas na Ilha de Themyscira, eis uma excelente notícia: as atrizes Robin Wright e Connie Nielsen vão repetir seus papéis em Liga da Justiça, lançamento da DC Comics previsto para este ano. Em Mulher-Maravilha, Robin interpretou a general Antíope, enquanto Nielsen viveu a rainha Hipólita. Em entrevista ao Los Angeles Times, elas não deram

Top