Apoie as mulheres do cinema vendo um filme de diretora por semana

Você aceita assistir a um filme dirigido por mulher por semana durante um ano? É esta a proposta da campanha #52FilmsByWomen, lançada pela organização Women in Film and Television (WIF). Em entrevista ao Mulher no Cinema, a diretora da WIF Los Angeles, Kirsten Schaffer, falou sobre como teve a ideia de criar a campanha: “Quando você procura ‘cineasta’ no Google, encontra um monte de homens.

Julia Ducournau abraça horror corporal em “Titane”, vencedor da Palma de Ouro

Os filmes da cineasta francesa Julia Ducournau são daqueles que permanecem com você por horas, até dias, goste-se ou não deles. Seu primeiro longa-metragem, Grave (2016) - também conhecido pelo título em inglês, Raw -, dividiu o público por seu conteúdo gráfico e controverso, com relatos de pessoas que passaram mal e desmaiaram durante a exibição no Festival de Toronto.

Tudo o que você precisa saber sobre “Casulo”, premiado coming-of-age alemão

Mulheres estão em frente e por trás das câmeras em Casulo, longa alemão que percorreu dezenas de festivais e agora pode ser visto pelo público brasileiro. Escrito e dirigido por Leonie Krippendorff, o filme está em cartaz em cinemas selecionados e disponível para espectadores de todo o Brasil na plataforma online Sala Maniva. Casulo acompanha um verão inesquecível na vida de

10 filmes e séries para conhecer a obra da premiada diretora Jane Campion

Palma de Ouro em Cannes, melhor direção no Festival de Veneza, troféu de roteiro e direção no Oscar: aos 67 anos, a neozelandesa Jane Campion é uma das cineastas mais premiadas da história. Crítica: Ataque dos Cães é o melhor filme de Jane Campion desde O Piano Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo A relação de Campion com a arte vem

Com “Ataque dos Cães”, Jane Campion faz seu melhor filme desde “O Piano”

Ciente do risco de desencorajar a leitura deste texto, a primeira coisa que eu diria sobre Ataque dos Cães, o excelente novo trabalho de Jane Campion, é que quanto menos o espectador souber sobre o filme antes de assisti-lo, melhor. Não se trata de evitar spoilers, porque o longa premiado em Veneza não se apoia em reviravoltas narrativas nem no

Quem é Chloé Zhao, diretora de ‘Nomadland’ e ‘Eternos’

Diretora, produtora, roteirista e montadora: a multitalentosa Chloé Zhao tornou-se um dos nomes mais badalados de Hollywood depois de fazer história no Oscar com Nomadland e entrar para o Universo Cinematográfico da Marvel assumindo a direção do filme Eternos. O Oscar e a Marvel apresentaram Zhao ao grande público, mas a cineasta já era muito celebrada no cinema independente, com vários

Antes de “Eternos”: Como ver os outros filmes de Chloé Zhao no streaming

Depois de fazer história no Oscar com Nomadland, a diretora chinesa Chloé Zhao está de volta aos cinemas. Seu quarto longa-metragem, Eternos, estreia nesta quinta-feira (4) no Brasil e marca a entrada da cineasta no Universo Cinematográfico da Marvel e nos blockbusters de forma geral. Estreias: os filmes dirigidos, escritos ou sobre mulheres que entram em cartaz Saiba mais: Leia o discurso de

Claire Denis: Ouça a playlist com músicas que tocaram nos filmes da diretora

Música e dança são parte fundamental do cinema da diretora francesa Claire Denis, que tem como uma de suas marcas registradas o modo único de retratar corpos em movimento na tela. Mais música: Ouça a playlist com músicas dos filmes de Sofia Coppola Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Momentos musicais marcantes estão em vários de seus filmes: do

Conheça Camilla Rocha Campos, criadora das performances de “Ana. Sem título”

Criar a obra e o posicionamento político de uma artista brasileira, negra, perseguida pela ditadura militar - e fictícia. Esta foi a missão de Camilla Rocha Campos em Ana. Sem título, filme da diretora Lucia Murat que está em cartaz nos cinemas de Brasília, Fortaleza, Niterói, Porto Alegre, Rio de Janeiro, São Paulo e Salvador. Lucia Murat: "Acredito realmente que

4 filmes imperdíveis para conhecer atrizes e diretoras de origem chinesa

Chloé Zhao fez história no Oscar deste ano: reconhecida por seu trabalho em Nomadland, ela foi não apenas a segunda mulher em mais de nove décadas a receber o prêmio de direção, mas também a primeira mulher não branca, a primeira mulher chinesa e a primeira mulher asiática.  Entrevista: "As histórias que contamos não são binárias", diz Roseanne Liang Leia também: “Mulheres ao

Top