Mulher no Cinema é um site para celebrar o trabalho das mulheres nas telas. Foi criado e é escrito pela jornalista Luísa Pécora.

A desigualdade de gênero no cinema, especialmente por trás das câmeras, é realidade em diferentes cinematografias. Dos filmes europeus lançados entre 2003 e 2012, apenas 16,3% foram dirigidos por mulheres. No Brasil, diretoras foram responsáveis por 20,3% dos lançamentos de 2016. Nos Estados Unidos, representaram 11% nas 250 produções de maior bilheteria de 2017. Em 88 anos de Oscar, uma mulher ganhou o prêmio de direção e só outras quatro foram indicadas. Criado em 1946, o Festival de Cannes só premiou uma diretora com a Palma de Ouro.

Estudos apontam que personagens femininas em geral têm menos falas e mais cenas de nudez do que personagens masculinos. Halle Berry continua sendo a única mulher negra a ganhar o Oscar de melhor atriz e Viola Davis, a única a ganhar o Emmy de atriz de drama. Da mesma forma, no cinema brasileiro mulheres negras são o grupo menos representado em frente e por trás das câmeras.

Dados como esses levaram à criação do Mulher no Cinema, que desde junho de 2015 divulga e discute o trabalho das profissionais da indústria cinematográfica nacional e estrangeira, publicando entrevistas, vídeos, críticas e pesquisas, além de reunir as principais notícias sobre o assunto. O objetivo é tanto dar voz às mulheres que fazem cinema quanto colocar o público em contato com o trabalho delas.

Luísa Pécora é jornalista, criadora e editora do site Mulher no Cinema. Passou pelo portal iG e pela revista Cult, foi editora do catálogo da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo e colaborou para publicações como Gol, Playboy, Filme B, FilmMakerGetúlio e Diálogos&Debates, entre outras. É uma das fundadoras da organização sem fins lucrativos Quero na Escola, que apoia estudantes da rede pública em todo o Brasil. Também escreve sobre a mulher no cinema para o site Modefica.

Para entrar em contato, escreva para: contato@mulhernocinema.com

facetwitterinstagrampinterest

Top