“Espero Tua (Re)Volta”, de Eliza Capai, é o grande vencedor do Cine PE

Dirigido por Eliza Capai, o documentário Espero Tua (Re)Volta foi o grande ganhador da 23ª edição do festival Cine PE. O longa ganhou três prêmios do júri oficial - melhor filme, roteiro e montagem - e também o de melhor longa-metragem segundo a crítica. Espero Tua (Re)Volta conta a história de três jovens que participaram das ocupações nas escolas de São Paulo em 2015. Exibido

“Democracia em Vertigem”: veja o trailer do novo filme de Petra Costa

Democracia em Vertigem é o novo filme de Petra Costa, diretora de Elena (2012) e Olmo e a Gaivota (2015). O documentário estreia em 19 de junho na Netflix e cinemas selecionados, após ser exibido na competição internacional de documentários do Festival de Sundance. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo e prêmios exclusivos O filme faz um retrato do processo de impeachment

Betsy West sobre “A Juíza”: “Há algo universal em Ruth Bader Ginsburg”

O documentário A Juíza está em cartaz aos cinemas brasileiros depois de concorrer ao Oscar e da estreia de Suprema, um filme de ficção bastante inferior, mas com a mesma protagonista: Ruth Bader Ginsburg, 86 anos, a mais célebre integrante da atual Suprema Corte dos Estados Unidos. Indicada em 1993, no governo Bill Clinton, ela foi a segunda das quatro mulheres que

Indicado ao Oscar, documentário “A Juíza” homenageia Ruth Bader Ginsburg

O documentário A Juíza (RBG, no título original), que concorreu ao Oscar e estreia nesta quinta-feira (23) nos cinemas brasileiros, é uma homenagem à norte-americana Ruth Bader Ginsburg, de 86 anos, e ao amor pelo serviço que exerce na Suprema Corte dos Estados Unidos há quase três décadas. Leia também: Suprema é retrato sem brilho da juíza Ruth Bader Ginsburg Apoie: Colabore com

“Varda por Agnés” é autobiografia e filme-despedida de Agnès Varda

É inegável o legado deixado pela cineasta Agnès Varda (1928-2019), que morreu no último mês de março, aos 90 anos. Diretora pioneira, ela foi nome fundamental da nouvelle vague, influente tanto na ficção quanto no documentário, a única mulher a ganhar a Palma de Ouro honorária e a primeira diretora a ganhar o Oscar pelo conjunto da obra. Em mais de 60 anos de carreira, manteve-se como uma

Documentário de Beyoncé sobre show no Coachella está disponível na Netflix

Dirigido por Beyoncé, o documentário Homecoming chegou nesta quarta-feira (17) ao catálogo da Netflix. O filme acompanha a cantora nos meses que antecederam sua apresentação no festival Coachella, em 2018. Homecoming combina imagens do show com entrevistas e cenas de bastidores e ensaios. Entre os assuntos abordados por Beyoncé estão a maternidade e a cultura negra. Junto com o filme, ela

Veja o trailer de “Varda por Agnès”, último filme de Agnès Varda

Varda por Agnès, último filme da diretora belga Agnès Varda (1928-2019), ganhou trailer legendado. O documentário será lançado nos cinemas em 2 de maio, pouco mais de um mês depois da morte da cineasta. Veja também: 10 filmes para conhecer o cinema de Agnès Varda  Homenagem: Leitores respondem: o que Agnès Varda representa para você? Repercussão: De Ava DuVernay à Madonna, artistas prestam homenagem à Varda Leia também: Morre Agnès

7 filme de diretoras para ver no É Tudo Verdade

Principal festival dedicado ao documentário no Brasil, o É Tudo Verdade começa sua edição deste ano em 4 de abril em São Paulo (SP) e em 8 de abril no Rio de Janeiro (RJ), exibindo mais de 60 filmes em sessões gratuitas. Em ambas as cidades, o evento fica em cartaz até 14 de abril. Saiba mais: 40 documentários dirigidos por mulheres

Conheça as mulheres indicadas ao Oscar de melhor documentário

Aquecendo os motores para o Oscar 2019, que ocorre em 24 de fevereiro, Mulher no Cinema vai publicar, diariamente, um breve perfil de todas as profissionais femininas indicadas em cada uma das categorias. Oscar 2019: Confira a lista completa com todas as mulheres indicadas Saiba mais: Veja todas as mulheres que já foram indicadas ao Oscar de direção Leia também: Os longas dirigidos por mulheres que já disputaram o

“Ama-San” cria atmosfera lírica para mostrar vida de pescadoras japonesas

Ama-San, novo filme da diretora Cláudia Varejão (No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos), chega aos cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro nesta quinta-feira (10), depois de ter sido premiado em festivais como o DocLisboa de 2016. Varejão nasceu no Porto, cidade portuguesa de 214 mil habitantes, mas encontrou o incrível tema de seu segundo longa-metragem numa vila de pescadores

Top