Pela terceira vez em 95 anos, uma mulher vai disputar Oscar de direção de fotografia

Pela terceira vez em 95 anos, uma mulher vai disputar o Oscar de direção de fotografia. A australiana Mandy Walker está entre os cinco indicados ao prêmio de 2023 pelo trabalho no filme Elvis, de Baz Luhrmann. Leia também: Apenas homens disputarão Oscar de direção em 2023 Saiba mais: 10 filmes com mulheres na direção de fotografia para ver no streaming Apoie: Seja apoiador do

Oscar 2023 terá apenas homens na disputa pelo prêmio de direção

Apenas homens disputarão o prêmio de melhor direção na edição deste ano do Oscar, que anunciou seus indicados nesta terça-feira (24). Além disso, apenas um longa dirigido por uma cineasta - Entre Mulheres, de Sarah Polley (foto) - vai concorrer ao troféu principal, de melhor filme. Leia também: Mandy Walker é terceira mulher indicada ao Oscar de fotografia Saiba mais: Veja todas

Mulheres dirigiram 3 dos 15 semifinalistas ao Oscar de filme internacional

Três longas dirigidos por mulheres estão entre os 15 semifinalistas que seguem na disputa pelo Oscar de melhor filme internacional, categoria que antes era conhecida como “melhor filme estrangeiro”. A lista foi divulgada nesta quarta-feira (21) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Saiba mais: Veja todas as diretoras que concorreram ao Oscar de filme internacional Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e

Dois filmes dirigidos por mulheres buscam representar o Brasil no Oscar

Dois longas-metragens dirigidos por mulheres estão entre os seis títulos na disputa para ser o candidato do Brasil ao Oscar de melhor filme internacional. A lista foi divulgada pela Academia Brasileira de Cinema, que escolheu os finalistas entre 28 produções inscritas.  Saiba mais: Veja as diretoras que já concorreram ao Oscar de filme internacional Leia também: Kika Sena fala sobre como foi

Jane Campion vence por “Ataque dos Cães” e Oscar premia 3ª diretora em 94 anos

Uma das mais premiadas cineastas da história adicionou outro troféu à sua coleção: Jane Campion tornou-se a terceira mulher a ganhar o Oscar de direção, entregue neste domingo (27). A neozelandesa de 67 anos foi premiada por Ataque dos Cães, quase três décadas após concorrer na mesma categoria com O Piano.  Líder de indicações ao Oscar, com 12, Ataque dos Cães

‘Ataque dos Cães’ x ‘No Ritmo do Coração’: Oscar está entre filmes dirigidos por mulheres

Sessenta mulheres estão indicadas em 18 categorias da 94ª edição do Oscar, que ocorre na noite deste domingo (27) em Los Angeles. Neste ano, além de uma cineasta ser favorita ao troféu de direção, também a disputa pela estatueta principal, de melhor filme, está entre Ataque dos Cães e No Ritmo do Coração, os dois únicos indicados que foram dirigidos

Oscar 2022: Como ver os filmes dirigidos por mulheres indicados ao prêmio

Onze filmes dirigidos por mulheres estão indicados ao Oscar 2022, disputando 28 estatuetas em 18 categorias diferentes – incluindo melhor filme, direção, roteiro adaptado e documentário. Leia também: Jane Campion disputa Oscar de direção pela segunda vez Saiba mais: 10 filmes e séries para conhecer a obra de Jane Campion Apoie: Seja apoiador do Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo O grande destaque é Ataque dos

Mulheres dirigiram dois dos dez indicados ao Oscar 2022 de melhor filme

Dois dos dez concorrentes ao Oscar de melhor filme em 2022 são dirigidos por mulheres: Ataque dos Cães, de Jane Campion, líder de indicações deste ano; e No Ritmo do Coração, de Sian Heder. Os demais títulos na disputa são Amor Sublime Amor, O Beco do Pesadelo, Belfast, Drive My Car, Duna, King Richard - Criando Campeãs, Licorice Pizza e Não Olhe para Cima. Leia também: Jane Campion disputa Oscar de direção

Mulheres dominam indicações ao Oscar 2022 de melhor roteiro adaptado

Mulheres são maioria entre os indicados ao Oscar 2022 de melhor roteiro adaptado, anunciados nesta terça-feira (8). As concorrentes, também diretoras dos filmes pelos quais estão indicadas, são Jane Campion, por Ataque dos Cães; Maggie Gyllenhaal, por A Filha Perdida; e Sian Heder, por No Ritmo do Coração.  Ataque dos Cães e No Ritmo do Coração também estão na disputa pelo

Pela primeira vez desde 2015, nenhuma mulher disputa Oscar de filme internacional

Em 2022, nenhum longa-metragem dirigido por mulher vai concorrer ao Oscar de filme internacional, categoria que antes era conhecida como melhor filme estrangeiro. É a primeira vez que diretoras estão totalmente ausentes da disputa por esta estatueta desde 2015. Leia também: Jane Campion disputa Oscar de direção pela segunda vez Saiba mais: Veja todas as diretoras que concorreram ao Oscar de filme internacional Apoie: Colabore com

Top