Sinai Sganzerla filma Helena Ignez: ‘Queria que ela contasse sua própria história’

Quem é Helena Ignez? Há várias respostas possíveis para a pergunta que abre A Mulher da Luz Própria, documentário que Sinai Sganzerla dirigiu sobre a vida e a obra da mãe, e que estreou este mês no Curta!On, a plataforma de streaming do canal Curta!, disponível também no Now. Entrevista: Autora, Helena Ignez rejeita título de musa: “A voz da musa é

Filmes dirigidos por mulheres vencem principais prêmios de Cannes

A Palma de Ouro não foi o único prêmio conquistado por uma diretora na 74ª edição do Festival de Cannes, encerrada neste sábado (16). Além da vitória da francesa Julia Ducournau e seu Titane na competição principal, cineastas mulheres também venceram a mostra Um Certo Olhar, o troféu Câmera de Ouro e a Palma de Ouro entregue aos curtas-metragens. É

Com “Titane”, Julia Ducournau é segunda diretora a vencer Palma de Ouro

Pela segunda vez na história, um filme dirigido por mulher ganhou o principal prêmio do Festival de Cannes, um dos mais importantes do mundo. Titane, da francesa Julia Ducournau, recebeu a Palma de Ouro na cerimônia de encerramento da 74ª edição do festival, realizada neste sábado (17). Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por diretoras em Cannes Palma de Ouro: Conheça todos

5 filmes dirigidos ou sobre mulheres para ver online no Festival do Rio

Quinze filmes inéditos nos cinemas brasileiros poderão ser vistos na edição online do Festival do Rio, realizada em parceria com o Telecine entre 17 e 31 de julho. A cada dia, sempre à 0h, um novo título da programação ficará disponível no streaming do Telecine, podendo ser visto pelos assinantes por um período de 24h. Além disso, alguns dos filmes

Everlane Moraes: “A morte e a dor me fizeram criar”

Em 2011, a cineasta Everlane Moraes pegou a câmera para registrar o velório de seu tio, Wellington, em Aracaju (SE). Na época, ela ainda não tinha lançado o premiado documentário Caixa D'Água: Qui-Lombo É Esse, nem ganhado lugar de destaque no novo cinema nacional. A intenção era apenas filmar a família e cumprir uma promessa: "Meu tio tinha me pedido

5 filmes dirigidos por mulheres para ver em julho

Todos os meses o Mulher no Cinema publica uma lista com dicas de filmes dirigidos por mulheres que você pode assistir online, em plataformas de streaming como Netflix, Amazon Prime Video, HBO Max, Now, Telecine, Mubi, Belas à La Carte, Supo Mungam Plus, Globoplay, Reserva Imovision, entre outras. Streaming: 4 filmes para conhecer atrizes e diretoras de origem chinesa Apoie: Colabore com o Mulher no

Antoneta Kastrati: “Cinema é essencial para encararmos trauma coletivo”

A diretora e roteirista Antoneta Kastrati era adolescente quando, em 1999, perdeu sua mãe e uma de suas irmãs durante a Guerra do Kosovo. O luto e o trauma deixado por este trágico passado - que é dela, mas também de seu país - estão fortemente presentes em Zana, seu primeiro longa-metragem de ficção, que desde maio pode ser visto

Veja o trailer de “Juventude”, filme de Lula Ali Ismaïl que fez história no Djibouti

Um filme com mulheres em frente e por trás das câmeras que fez história no Djibouti agora poderá ser visto pelo público brasileiro: Juventude, de Lula Ali Ismaïl, estreia nesta sexta-feira (11) na plataforma de streaming Supo Mungam Plus. O Mulher no Cinema divulga o trailer da produção com exclusividade [veja abaixo]. Saiba mais: Seis filmes de Chantal Akerman estreiam no

Veja uma cena de “First Cow”, aclamado filme de Kelly Reichardt

Chegou a hora de o público brasileiro assistir a First Cow - A Primeira Vaca da América, celebrado filme da diretora americana Kelly Reichardt. Com distribuição da Vitrine Filmes, o longa tem lançamento simultâneo nos cinemas e nas plataformas digitais (Now, Vivo Play, Oi Play, iTunes, Google Play) nesta quinta-feira (10/6). Em 9 de julho, chega ao MUBI, ao qual

Emma Seligman fala sobre inspirações e desafios da comédia “Shiva Baby”

"Escreva sobre o que você conhece" é uma recomendação comum a cineastas em início de carreira, e que a roteirista e diretora canadense Emma Seligman resolveu seguir. Em Shiva Baby, seu primeiro longa-metragem, ela buscou inspiração em suas próprias experiências para contar a história de uma protagonista jovem, judia e bissexual que tenta entender seu lugar no mundo. E a

Top