Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana, sempre às quintas-feiras, o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou protagonizados por mulheres que chegam às salas de cinema do Brasil. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Como alguns filmes não estreiam em todas as praças, é importante que o leitor consulte a programação de sua cidade. O Mulher no Cinema também recomenda que o público

Thais Fujinaga sobre ‘A Felicidade das Coisas’: ‘Evitei criar mulheres imbatíveis’

Parte das memórias afetivas da diretora Thais Fujinaga a história de seu primeiro longa-metragem, A Felicidade das Coisas, já em cartaz nos cinemas. O filme se passa em uma casa de praia na cidade de Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, mais especificamente no Morro do Algodão, onde a própria diretora passou muitos verões durante a infância e a adolescência

“Stars at Noon”, de Claire Denis, vence o Grand Prix do Festival de Cannes

Depois de vencer o prêmio de direção no Festival de Berlim, em fevereiro, com o filme Fire, a diretora francesa Claire Denis agora ganhou o Grand Prix do Festival de Cannes por outro longa-metragem, Stars at Noon. Os prêmios da 75ª edição do Festival de Cannes foram anunciados neste sábado (28) pelo júri presidido pelo ator Vincent Lindon. Dos cinco filmes

Guia de Cannes: veja os filmes dirigidos por mulheres selecionados para o festival

A 75ª edição do Festival de Cannes começa nesta terça-feira (17) com um marco inédito: pela primeira vez na história, cinco filmes dirigidos ou codirigidos por mulheres vão disputar a Palma de Ouro, mais importante troféu entregue pelo tradicional evento francês. Até agora, o recorde de filmes dirigidos por mulheres na competição principal era quatro, registrado apenas nas edições de 2021,

Amandine Gay: “Quis mostrar mulheres negras se apropriando da narrativa”

Em 2014, a francesa Amandine Gay estava cansada de interpretar imigrantes ilegais, traficantes, prostitutas e outras personagens calcadas em estereótipos que costumavam ser oferecidas a atrizes negras como ela. Uma dia, uma amiga lhe deu um conselho: “Se você quer papéis melhores, escreva-os você mesma.” Amandine então começou a escrever roteiros, inclusive o de uma série de televisão sobre um

Patricia Rozema: “Em meus filmes, tentei ser completamente eu mesma”

Quando lançou seu longa-metragem de estreia, Eu Ouvi o Canto das Sereias, em 1987, a diretora e roteirista canadense Patricia Rozema era uma jovem cineasta sem treinamento na área e com apenas dois curtas no currículo. Mais de 30 anos depois, quando chegou ao set de seu filme mais recente, Mouthpiece (2018), era uma diretora premiada e com larga experiência

5 filmes dirigidos por mulheres para ver no streaming em maio

Todos os meses o Mulher no Cinema publica uma lista com dicas de filmes dirigidos por mulheres que você pode assistir online, em plataformas de streaming como Netflix, Amazon Prime Video, MUBI, HBO Max, Now, Telecine, Belas à La Carte, FILMICCA, Globoplay, Reserva Imovision, Disney+, entre outras. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo #52FilmsByWomen: Apoie as mulheres do cinema

5 filmes dirigidos por mulheres para ver no streaming em abril

Todos os meses o Mulher no Cinema publica uma lista com dicas de filmes dirigidos por mulheres que você pode assistir online, em plataformas de streaming como Netflix, Amazon Prime Video, MUBI, HBO Max, Now, Telecine, Belas à La Carte, FILMICCA, Globoplay, Reserva Imovision, entre outras. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo #52FilmsByWomen: Apoie as mulheres do cinema vendo um

Oscar premia “No Ritmo do Coração” e Jane Campion; veja todas as ganhadoras

Em caótica cerimônia realizada neste domingo (27), o Oscar entregou seus dois principais prêmios a longas dirigidos por mulheres: No Ritmo do Coração, de Siân Heder, levou melhor filme, enquanto Jane Campion recebeu o troféu de melhor direção por Ataque dos Cães. Foi o segundo ano consecutivo em que mulheres triunfaram nestas categorias, mas a primeira vez na história em que

Jane Campion vence por “Ataque dos Cães” e Oscar premia 3ª diretora em 94 anos

Uma das mais premiadas cineastas da história adicionou outro troféu à sua coleção: Jane Campion tornou-se a terceira mulher a ganhar o Oscar de direção, entregue neste domingo (27). A neozelandesa de 67 anos foi premiada por Ataque dos Cães, quase três décadas após concorrer na mesma categoria com O Piano.  Líder de indicações ao Oscar, com 12, Ataque dos Cães

Top