“A Febre” e “Babenco” vencem Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Filmes dirigidos por mulheres venceram as duas principais categorias do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entregue neste domingo (28) pela Academia Brasileira de Cinema. A Febre, da cineasta Maya Da-rin, ganhou como melhor longa-metragem de ficção, enquanto Babenco: Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, de Bárbara Paz, levou o troféu de documentário. Entrevista: “Sempre haverá um jeito de fazer

5 filmes dirigidos por mulheres para ver no Festival Varilux de Cinema Francês

Mais de 40 cidades brasileiras recebem a programação do Festival Varilux de Cinema Francês entre os dias 25 de novembro e 8 de dezembro. Em sua 12ª edição, o evento volta a ter exibições apenas nas salas de cinema e exibe 17 longas-metragens inéditos no circuito comercial brasileiro, além de dois clássicos. Vídeo: Veja uma cena de DNA, novo filme da

Estreias da semana: as mulheres que entram em cartaz

Toda semana, sempre às quintas-feiras, o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou protagonizados por mulheres que chegam às salas de cinema do Brasil. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Como alguns filmes não estreiam em todas as praças, é importante que o leitor consulte a programação de sua cidade. O Mulher no Cinema

Com “Ataque dos Cães”, Jane Campion faz seu melhor filme desde “O Piano”

Ciente do risco de desencorajar a leitura deste texto, a primeira coisa que eu diria sobre Ataque dos Cães, o excelente novo trabalho de Jane Campion, é que quanto menos o espectador souber sobre o filme antes de assisti-lo, melhor. Não se trata de evitar spoilers, porque o longa premiado em Veneza não se apoia em reviravoltas narrativas nem no

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana, sempre às quintas-feiras, o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou protagonizados por mulheres que chegam às salas de cinema do Brasil. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Como alguns filmes não estreiam em todas as praças, é importante que o leitor consulte a programação de sua cidade. O Mulher no Cinema também recomenda que o público

Gratuito e em formato híbrido, CineAlter exibe 22 filmes dirigidos por mulheres

Vinte e dois filmes dirigidos por mulheres estão na programação totalmente gratuita do CineAlter 2021 - Festival Latino-Americano de Cinema de Alter do Chão. Neste ano, o evento será realizado de forma híbrida: de 18 a 23 de novembro ocorrem sessões presencias na Vila de Alter do Chão (PA); de 19 a 25 de novembro ocorrem exibições online para todo

7 filmes dirigidos por mulheres para ver de graça no Festival Mix Brasil

Cento e dezessete filmes de 28 países estão na seleção deste ano do Mix Brasil, festival dedicado à cultura da diversidade que será realizado em formato híbrido entre os dias 10 e 21 de novembro. Toda a programação é gratuita, com algumas sessões presenciais na capital paulista e outras online para o público de todo o país. Entrevista: Cristiane Oliveira fala

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana, sempre às quintas-feiras, o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou protagonizados por mulheres que chegam às salas de cinema do Brasil. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Como alguns filmes não estreiam em todas as praças, é importante que o leitor consulte a programação de sua cidade. O Mulher no Cinema também recomenda que o

Quem é Chloé Zhao, diretora de ‘Nomadland’ e ‘Eternos’

Diretora, produtora, roteirista e montadora: a multitalentosa Chloé Zhao tornou-se um dos nomes mais badalados de Hollywood depois de fazer história no Oscar com Nomadland e dirigir o mais novo filme do Universo Cinematográfico da Marvel, Eternos, atualmente em cartaz nos cinemas brasileiros. O Oscar e a Marvel apresentaram Zhao ao grande público, mas a cineasta de 39 anos já era

Top