Mulheres dirigiram 4 de 7 longas na competição do Festival de Gramado

Quatro filmes dirigidos por mulheres estão entre os sete selecionados para a competição de longas-metragens brasileiros do Festival de Gramado, que ocorrerá de 9 a 17 de agosto na cidade gaúcha. No ano passado, a mesma competição exibira apenas uma produção com direção de uma mulher.

Veja também: Assine a newsletter do Mulher no Cinema e acesse conteúdos exclusivos

Os selecionados deste ano são Cidade; Campo, de Juliana Rojas; O Clube das Mulheres de Negócios, de Anna Muylaert; Filhos do Mangue, de Eliane Caffé; e Pasárgada, estreia da atriz Dira Paes na direção.

Também há dois filmes dirigidos por mulheres entre os cinco na competição de longas-metragens gaúchos: Até que a Música Pare, de Cristine Oliveira, e Memórias de um Esclerosado, de Thais Fernandes e Rafael Corrêa.

A programação do Festival de Gramado ainda incluirá, em exibição hors concours, a estreia mundial de Virginia e Adelaide, filme dirigido por Yasmin Thayná e Jorge Furtado. 

Entre os selecionados para a competição de curtas gaúchos estão A Um Gole da Eternidade, de Camila de Moraes e Paulo Ricardo de Moraes; Pastrana, de Melissa Brogni e Gabriel Motta; Não Tem Mar Nessa Cidade, de Manu Zilveti; Chibo, de Gabriela Poester e Henrique Lahude; Flor, de Joana Bernardes; Posso Contar nos Dedos, de Victória Kaminski; Noz Pecã, de Aline Gutierres; e Envergo Mas Não Quebro, de Tatiana Sager.

Uma das novidades desta edição, a 52ª do Festival de Gramado, é que o Troféu Kikito de Cristal, antes dedicado a grandes nomes do cinema ibero-americano, agora passa a ser global. A primeira homenageada será a holandesa Mariëtte Rissenbeek, que foi diretora executiva do Festival de Berlim entre 2019 e 2024.

Para mais informações e a lista completa de filmes selecionados, acesse o site do Festival de Gramado.

Top