Exclusivo: Veja uma cena do drama esportivo nacional “4×100 – Correndo por um Sonho”

As atrizes Thalita Carauta e Fernanda Freitas encabeçam o elenco de 4x100 - Correndo por um Sonho, drama esportivo brasileiro que chega aos cinemas em 24 de junho. O Mulher no Cinema divulga uma cena do longa-metragem com exclusividade [assista abaixo].  Dirigido por Tomas Portella, 4x100 - Correndo por um Sonho parte do universo do atletismo para contar uma história de

Diretoras falam sobre “Alvorada” e desejo de mostrar “outro lado” de Dilma Rousseff

A primeira voz que ecoa em Alvorada, documentário de Anna Muylaert e Lô Politi sobre o processo que derrubou a primeira mulher presidente do Brasil, não é de Dilma Rousseff e, sim, de Jair Bolsonaro. Embora veja apenas um fundo preto e os créditos iniciais, o espectador se lembra bem da imagem que acompanha aquelas palavras: em pleno Congresso Nacional,

Mostra Feminacine exibe filmes dirigidos por mulheres e falados em língua portuguesa

Filmes de diretoras do Brasil, Cabo Verde, Moçambique, Portugal e Angola estão na programação da mostra Feminacine, que acontece de 10 a 16 de maio. As sessões são gratuitas e online, na plataforma Todes Play. Dicas: 5 filmes dirigidos por mulheres para ver em maio no streaming Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo No total, são 48 filmes selecionados, todos

Veja o trailer de “Alvorada”, filme de Anna Muylaert e Lô Politi sobre o impeachment

Depois de ser exibido no Festival É Tudo Verdade, Alvorada ganhou data de estreia nos cinemas e nas plataformas de streaming: 27 de maio. O documentário de Anna Muylaert e Lô Politi acompanha a presidente Dilma Rousseff durante o desenrolar do processo de impeachment que a tirou do poder. Saiba mais: 14 documentários recomendados por diretoras brasileiras Leia também: 15 documentários dirigidos por mulheres

Exibido em Gramado, documentário sobre Alcione chega ao streaming

Após competir no Festival de Cinema de Gramado, o documentário O Samba É Primo do Jazz, dedicado à trajetória da cantora Alcione, agora pode ser visto no streaming. Reunindo material de arquivo, entrevistas e imagens de ensaios e shows, o filme é dirigido por Angela Zoé, conhecida por documentários biográficos como Betinho, a Esperança Equilibrista (2015), Meu Nome É Jacque

Alice Lanari fala sobre relevância “assustadora” de “América Armada”

Em uma das primeiras cenas de América Armada, documentário de Alice Lanari e Pedro Asbeg que chegou neste mês ao streaming, a ativista colombiana Teresita Gaviria ouve a história de uma das muitas mulheres que a procuram em busca de informações sobre parentes desaparecidos. Com semblante triste, mas sem chorar, a mulher conta que o conflito armado do país primeiro

Online e gratuito, documentário “À Luz Delas” entrevista diretoras de fotografia

Um documentário sobre o trabalho das mulheres na direção de fotografia no Brasil agora pode ser visto online e gratuitamente. Dirigido por Luana Farias e Nina Tedesco, À Luz Delas chegou em dezembro à plataforma Videocamp e busca falar a um público amplo sobre a experiência e os desafios de quem fez carreira em uma das áreas que mais impõem obstáculos

Documentário “Saudade Mundão” retrata cotidiano e histórias de prisão feminina

Quando Julia Hannud e Catharina Scarpellini decidiram que seu trabalho de conclusão de curso seria um documentário sobre uma penitenciária feminina, seus professores fizeram ressalvas. Entrar com uma câmera em uma prisão não seria tarefa fácil, ainda mais para estudantes de cinema, e mesmo no improvável caso de conseguirem passar pelo portão, não havia garantias de que as mulheres encarceradas

Bárbara Paz sobre “Babenco”, candidato do Brasil ao Oscar: “Fiz um filme de amor”

Carta de amor, poema visual, filme-despedida. Estas são algumas das definições dadas por Bárbara Paz a Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, premiado documentário que está em cartaz nos cinemas e vai representar o Brasil na busca por uma indicação ao Oscar de filme internacional. As definições da diretora apontam para o caráter extremamente pessoal

Djin Sganzerla estreia na direção com ‘Mulher Oceano’: ‘Queria ser criadora total’

Em sua carreira como atriz, Djin Sganzerla atuou em filmes de importantes cineastas brasileiros, incluindo seus próprios pais, Rogério Sganzerla (1946-2004) e Helena Ignez. Agora, chegou a sua vez de experimentar a sensação de estar do outro lado da câmera: ela é diretora, corroteirista e produtora de Mulher Oceano, longa-metragem que estreia nesta quinta-feira (26) nos cinemas brasileiros. Entrevista: Helena Ignez

Top