Veja o trailer de “Varda por Agnès”, último filme de Agnès Varda

Varda por Agnès, último filme da diretora belga Agnès Varda (1928-2019), ganhou trailer legendado. O documentário será lançado nos cinemas em 2 de maio, pouco mais de um mês depois da morte da cineasta. Veja também: 10 filmes para conhecer o cinema de Agnès Varda  Homenagem: Leitores respondem: o que Agnès Varda representa para você? Repercussão: De Ava DuVernay à Madonna, artistas prestam homenagem à Varda Leia também: Morre Agnès

7 filme de diretoras para ver no É Tudo Verdade

Principal festival dedicado ao documentário no Brasil, o É Tudo Verdade começa sua edição deste ano em 4 de abril em São Paulo (SP) e em 8 de abril no Rio de Janeiro (RJ), exibindo mais de 60 filmes em sessões gratuitas. Em ambas as cidades, o evento fica em cartaz até 14 de abril. Saiba mais: 40 documentários dirigidos por mulheres

Conheça as mulheres indicadas ao Oscar de melhor documentário

Aquecendo os motores para o Oscar 2019, que ocorre em 24 de fevereiro, Mulher no Cinema vai publicar, diariamente, um breve perfil de todas as profissionais femininas indicadas em cada uma das categorias. Oscar 2019: Confira a lista completa com todas as mulheres indicadas Saiba mais: Veja todas as mulheres que já foram indicadas ao Oscar de direção Leia também: Os longas dirigidos por mulheres que já disputaram o

“Ama-San” cria atmosfera lírica para mostrar vida de pescadoras japonesas

Ama-San, novo filme da diretora Cláudia Varejão (No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos), chega aos cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro nesta quinta-feira (10), depois de ter sido premiado em festivais como o DocLisboa de 2016. Varejão nasceu no Porto, cidade portuguesa de 214 mil habitantes, mas encontrou o incrível tema de seu segundo longa-metragem numa vila de pescadores

Mulheres dirigiram 8 dos 15 semifinalistas ao Oscar de documentário

Oito dos 15 filmes que continuam na disputa pelo Oscar de documentário são dirigidos ou codirigidos por mulheres. No total, 166 longas tinham sido inscritos na disputa, sendo 77 deles com direção ou codireção feminina. Leia também: Duas diretoras avançam na busca por indicação ao Oscar de filme estrangeiro Dicas de filmes: 40 documentário dirigidos por mulheres para assistir na Netflix  Participe: Apoie o Mulher

Documentário de Angela Zoé quer apresentar Henfil às novas gerações

Apresentar a obra de um dos mais importantes artistas brasileiros às novas gerações: este é o objetivo de Henfil, documentário dirigido por Angela Zoé sobre a vida e a carreira de Henrique de Souza Filho (1944-1988), cartunista, escritor e jornalista que foi um dos principais nomes de O Pasquim. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo e prêmios exclusivos Em cartaz

Tatiana Lohmann e Roberta Estrela D’Alva lançam luz sobre o slam e o Brasil

No momento em que montavam o trailer de Slam: Voz de Levante, documentário já em cartaz nos cinemas, as diretoras Roberta Estrela D'Alva e Tatiana Lohmann consideraram a possibilidade de serem alvos de ataques nas redes sociais. Uma breve passagem pela página do filme do Facebook mostra que elas estavam certas: entre os 2,8 mil comentários postados no vídeo, publicado em 18 de

Mulheres dirigiram 40% dos pré-candidatos ao Oscar de documentário

Sessenta e sete dos 166 filmes que buscam uma indicação ao Oscar de melhor documentário foram dirigidos ou codirigidos por mulheres, segundo levantamento feito pelo Mulher no Cinema a partir da lista divulgada pela Academia de Ciências Cinematográficas. Leia também: Mulheres dirigiram 23% dos candidatos ao Oscar de filme estrangeiro Saiba mais: Três dos 25 candidatos ao Oscar de animação têm direção feminina Dicas de filmes: 40 documentário dirigidos

Teresa Villaverde: “Há cada vez menos tempo, mas é bom ouvir histórias”

Um dos principais nomes do cinema português, Teresa Villaverde teve participação dupla na edição deste ano da Mostra Internacional de Cinema em São Paulo: foi membro do júri internacional que premiou Las Sandinistas, de Jenny Murray, e apresentou seu novo filme, O Termômetro de Galileu, também selecionado para o Festival do Rio. Leia também: Mulheres dominam a premiação da Mostra de Cinema

Na Índia, Inka Achté retrata iniciativa que educa garotos sobre masculinidade tóxica

Em 2012, um crime violento ocorrido em Nova Délhi, na Índia, chocou o mundo: a estudante Jyoti Singh Pandey, de apenas 23 anos, foi espancada, torturada e estuprada por seis homens dentro de um ônibus. Morta em decorrência do ataque, a jovem tornou-se símbolo da luta das indianas por direitos, especialmente na cidade que é a quarta mais perigosa do

Top