Veja as mulheres que ganharam o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2019

Benzinho foi o principal vencedor da edição deste ano do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entregue nesta quarta-feira (14) pela Academia Brasileira de Cinema. Karine Teles recebeu dois troféus: o de melhor atriz e o de melhor roteiro original, que dividiu com Gustavo Pizzi, também premiado como melhor diretor. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Inscreva-se: Curso “Mulheres no

“Euforia”, de Valeria Golino, é destaque da Festa do Cinema Italiano em 16 cidades

Novo trabalho de Valeria Golino na direção, Euforia é um dos destaques do 8 ½ Festa do Cinema Italiano, festival que exibe filmes italianos contemporâneos em 16 cidades do Brasil. De 8 a 14 de agosto, o evento será realizado em Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Curitiba (PR), Niterói (RJ), Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Recife

“Espero Tua (Re)Volta”, de Eliza Capai, é o grande vencedor do Cine PE

Dirigido por Eliza Capai, o documentário Espero Tua (Re)Volta foi o grande ganhador da 23ª edição do festival Cine PE. O longa ganhou três prêmios do júri oficial - melhor filme, roteiro e montagem - e também o de melhor longa-metragem segundo a crítica. Espero Tua (Re)Volta conta a história de três jovens que participaram das ocupações nas escolas de São Paulo em 2015. Exibido

Curso “Mulheres no Cinema” abre inscrições para segunda edição em São Paulo

Estão abertas as inscrições para a segunda edição do curso Mulheres no Cinema, ministrado em São Paulo (SP) pelas jornalistas Luísa Pécora, criadora do Mulher no Cinema, e Joyce Pais, criadora do Cinemascope. As aulas começam em 10 de setembro e vão até 31 de outubro. No total, serão 16 encontros, sempre às terças e quintas-feiras, das 19h às 22h. Veja a

Morre Ruth de Souza, atriz pioneira que marcou os palcos, a TV e o cinema

A atriz Ruth de Souza, um dos nomes mais importantes das artes cênicas no Brasil, morreu neste domingo (28), aos 98 anos. A atriz estava internada no Rio de Janeiro desde a semana, com um quadro de pneumonia. Em mais de 70 anos de carreira, Ruth de Souza quebrou barreiras e abriu portas para artistas negros no cinema, no teatro e

Última temporada de “Orange Is The New Black” já está disponível na Netflix

É hora de dizer adeus às mulheres de Litchfield. Todos os episódios da sétima e última temporada da série Orange Is The New Black estão disponíveis para streaming a partir desta sexta-feira (26). Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Orange Is The New Black estreou em 2013 e foi inspirada no livro homônimo de Piper Kerman. Uma das principais atrações originais

Sessão de cinema conecta meninas da periferia de SP à autora Thalita Rebouças

O que te inspira a escrever? Alguém te incentivou a começar? Como fez para acreditar em si mesma? Qual a maior dificuldade que enfrentou? O que diria para alguém que não confia no próprio taco? Estas foram algumas das perguntas feitas à escritora e roteirista Thalita Rebouças por um grupo de 36 meninas da periferia de São Paulo. O encontro entre

“Olhos que Condenam” é a série da Netflix com mais indicações ao Emmy 2019

Criada e dirigida por Ava DuVernay, a série Olhos que Condenam foi o programa da Netflix com maior número de indicações ao Emmy 2019, considerado o Oscar da televisão americana.  Leia também: Veja as mulheres que concorrem ao Emmy 2019 Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo O programa de quatro episódios vai disputar 16 prêmios: melhor minissérie, direção (para DuVernay), roteiro (DuVernay

“The Marvelous Mrs. Maisel” e “Olhos que Condenam” mostram força no Emmy

The Marvelous Mrs. Maisel e Olhos que Condenam estão entre as séries com maior número de indicações ao Emmy, o Oscar da televisão americana, que anunciou seus concorrentes nesta terça-feira (16). A série criada por Amy Sherman-Palladino concorrerá a 20 prêmios, enquanto a de Ava DuVernay disputará 16. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Palladino é a única mulher indicada

Dirigido por Mounia Meddour, “Papicha” vai representar a Argélia no Oscar

A Argélia tornou-se o primeiro país a indicar seu representante na disputa por uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro de 2020. E o escolhido foi um longa dirigido por mulher: Papicha, de Mounia Meddour. Leia também: Os longas dirigidos por mulheres que disputaram o Oscar de melhor filme Saiba mais: Todas as mulheres que já foram indicadas ao Oscar de melhor direção Apoie: Colabore

Top