“Dahomey”, de Mati Diop, vence o Urso de Ouro no Festival de Berlim

A diretora franco-senegalesa Mati Diop ganhou o Urso de Ouro, principal prêmio do Festival de Berlim, com seu novo longa, Dahomey. O troféu foi entregue neste sábado (24), no encerramento da 74ª edição do festival. Leia também: Cineasta brasileira Juliana Rojas é premiada no Festival de Berlim Apoie: Seja apoiador do Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Combinando ficção e documentário,

Cineasta brasileira Juliana Rojas é premiada no Festival de Berlim

A cineasta brasileira Juliana Rojas foi premiada na 74ª edição do Festival de Berlim, encerrada neste sábado (24). Ela ganhou o troféu de melhor direção na mostra Encontros por seu novo filme, Cidade; Campo. Leia também: Dahomey, de Mati Diop, vence Urso de Ouro em Berlim Apoie: Seja apoiador do Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Quarto longa-metragem de ficção

Filmes dirigidos por mulheres ganham principais prêmios no Festival de Berlim

Filmes dirigidos por mulheres venceram os principais prêmios da edição deste ano do Festival de Cinema de Berlim, encerrada nesta quarta-feira (16). Alcarràs, da espanhola Carla Simón, recebeu o Urso de Ouro, honraria máxima do evento, enquanto a francesa Claire Denis levou o troféu de direção por Fire. Claire Denis: Ouça uma playlist com músicas que marcaram os filmes da diretora Apoie: Seja

Novo filme de Céline Sciamma é selecionado para a competição do Festival de Berlim

O novo filme da diretora francesa Céline Sciamma, Petite Maman, é um dos cinco longas dirigidos por mulheres entre os 15 selecionados para a competição do Festival de Berlim. A lista foi divulgada nesta quinta-feira (11). Leia também: Os segredos dos bastidores de Retrato de uma Jovem em Chamas Além de Petite Maman, os filmes dirigidos por mulheres da competição são Ballad

Sara Silveira: “Estou firme, forte e pronta para continuar lutando”

Em sua longa e bem-sucedida carreira como produtora de cinema, a gaúcha Sara Silveira ficou conhecida principalmente por dois talentos: o de revelar novos cineastas, trabalhando com eles em seus primeiros filmes, e o de ajudar curtas e longas brasileiros a conquistar o mercado internacional. Foram estes, afinal, os pilares definidos para a Dezenove Som e Imagem, produtora que Sara

Festival de Berlim tem seis diretoras e um filme brasileiro na competição principal

Seis filmes dirigidos ou codirigidos por mulheres estão entre os 18 que concorrerão ao Urso de Ouro na edição 2020 do Festival de Berlim, que começa nesta quinta-feira (20). A competição principal também inclui Todos os Mortos, de Caetano Gotardo e Marco Dutra, um dos 19 filmes brasileiros selecionados. Saiba mais: Quem é Mariette Rissenbeek, a nova diretora executiva da Berlinale? Apoie: Colabore com o Mulher

Seis filmes dirigidos por mulheres disputarão o Urso de Ouro em Berlim

Seis filmes dirigidos ou codirigidos por mulheres estão entre os 18 que concorrerão ao Urso de Ouro na edição deste ano do Festival de Berlim, que começa em 20 de fevereiro. Saiba mais: Quem é Mariette Rissenbeek, a nova diretora executiva da Berlinale? Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Os filmes de diretoras na competição principal são: DAU. Natasha, de

Angela Schanelec ganha prêmio de direção em Berlim

A alemã Angela Schanelec ganhou o prêmio de direção na edição deste ano do Festival de Berlim, encerrada neste sábado (16). Ela foi premiada pelo longa I Was at Home, But, um dos sete filmes dirigidos por mulheres na competição principal, um recorde na história do evento. Leia também: Quem é Mariette Rissenbeek, a nova diretora-executiva da Berlinale? Em I Was at

Quem é Mariette Rissenbeek, a nova diretora executiva da Berlinale?

Após 17 anos sob o comando do jornalista e crítico de cinema alemão Dieter Kosslick, a partir de 2020 o Festival Internacional de Cinema de Berlim será dirigido pela holandesa Mariette Rissenbeek. Ela será a primeira mulher responsável por um evento de cinema europeu do porte de Berlim, Cannes e Veneza. Leia também: Angela Schanelec ganha prêmio de direção no Festival de

Primeiro longa de Adina Pintilie ganha Urso de Ouro em Berlim

Pelo segundo ano consecutivo, um filme dirigido por mulher foi o grande ganhador do Festival de Berlim. Touch Me Not, da diretora romena Adina Pintilie, venceu o Urso de Ouro na edição deste ano, encerrada nesta sábado (24). Leia também: Documentário sobre Linn da Quebrada ganha Teddy Award em Berlim Primeiro longa-metragem de Pintilie, Touch Me Not é centrado em uma mulher

Top