O que um quadro do “Caldeirão do Huck” pode dizer sobre a mulher no cinema?

Um pico de acessos muito alto e muito rápido, pouco usual para uma tarde de sábado, chamou a minha atenção durante o rotineiro acompanhamento da audiência do Mulher no Cinema neste fim de semana. Igualmente curiosa se mostrava a lista de textos mais lidos do dia: o primeiro era uma conversa com a diretora Laís Bodanzky publicada há quase um ano; o

Para as mulheres, Oscar dá final amargo à temporada de prêmios eletrizante

A corrida pelo Oscar é tão longa e cansativa que quase todas as edições da premiação, quando finalmente acontecem, tendem a decepcionar. Mas a cerimônia de 2018 deixa gosto especialmente amargo ao encerrar de forma desastrosa uma temporada de prêmios que, até então, tinha sido eletrizante no que diz respeito às mulheres do cinema. Destaque: Leia o discurso de Frances McDormand no

“Que Horas Ela Volta?” e o que ocorreu no debate no Recife

No último sábado (29) o Mulher no Cinema escolheu a diretora Anna Muylaert, de "Que Horas Ela Volta?" para a seção "Citação da semana". A declaração, dada ao site Omelete, dizia: "Nesses últimos 40 anos, a mulher dobrou sua capacidade de trabalho. Ao mesmo tempo, continuamos vivendo na mesma sociedade machista de sempre. E uma sociedade onde o homem ainda se agarra ao antigo papel

Por que tão poucas mulheres dirigem blockbusters?

É bem provável que há alguns meses você nunca tivesse ouvido falar de Colin Trevorrow. Agora, talvez já saiba que ele bateu recordes de bilheteria com "Jurassic World - O Mundo dos Dinossauros" e foi escolhido para dirigir o próximo "Star Wars". Nada mal para um cineasta que antes de assumir a franquia de Steven Spielberg só tinha um longa

Rafael Cortez, “OITNB” e a razão do site sobre mulher no cinema

"Por que fazer um site sobre a mulher no cinema?" Escutei essa pergunta algumas vezes, em mais de uma ocasião com o acréscimo: "afinal, não tem site sobre o homem no cinema". Dúvida justa, porque muita gente não sabe ou não parou para reparar em quantos filmes são dirigidos por homens e quantos por mulheres - muita gente, aliás, não se liga tanto

Top