Citação da semana: Renée Zellweger

“Nunca vi o amadurecimento de uma mulher como algo negativo. Nunca vi [o fato de] uma mulher tornar-se a versão mais poderosa de si mesma como negativo. Mas essa conversa perpetua o problema. Por que estamos conversando sobre a aparência das mulheres? Por que valorizamos mais a beleza do que a contribuição? Não parecemos fazer isso com os homens. Simplesmente nem existe esse debate.”

Renée Zellweger, atriz, em entrevista à revista Hollywood Reporter (foto: Miller Mobley)

 

Rapidinhas: as novas de Sarah Paulson, Aisha Hinds e mais

+ Sarah Paulson tem dois projetos badalados pela frente. A atriz vai manter sua colaboração com Ryan Murphy interpretando Geraldine Page na série Feud, que vai abordar a notória rivalidade entre as atrizes Joan Crawford e Bette Davis (vividas, respectivamente, por Jessica Lange e Susan Sarandon). Além disso, Paulson também negocia para atuar no remake de Onze Homens e um Segredo, que terá elenco feminino. Se der tudo certo, ela se unirá a um time de atrizes que inclui Sandra Bullock, Cate Blanchett, Anne Hathaway, Mindy Kaling, Helena Bonham Carter e Rihanna. Via Hollywood Reporter Continue lendo Rapidinhas: as novas de Sarah Paulson, Aisha Hinds e mais

“The Rehearsal”: Veja o trailer do filme baseado na obra de Eleanor Catton

Nascida no Canadá e criada na Nova Zelândia, a escritora Eleanor Catton ganhou fama internacional em 2013 ao ganhar o Man Booker Prize por Os Luminares.

A obra de Catton chega agora ao cinema com The Rehearsal, adaptação de seu livro de estreia, O Ensaio, lançado em 2008. Continue lendo “The Rehearsal”: Veja o trailer do filme baseado na obra de Eleanor Catton

Veja Ellen Page no trailer da segunda temporada de “Gaycation”

Comandada pela atriz Ellen Page, a série documental Gaycation vai estrear sua segunda temporada na TV americana em 17 de setembro. O programa vai ao ar no Viceland, o canal da revista Vice.

Na série, Page viaja com o amigo Ian Daniel para investigar como é fazer parte da comunidade LGBT em diferentes países.
Continue lendo Veja Ellen Page no trailer da segunda temporada de “Gaycation”

Alemanha escolhe “Toni Erdmann” como candidato ao Oscar

Como era de se esperar, a Alemanha escolheu Toni Erdmann como seu candidato ao Oscar de filme estrangeiro. O longa dirigido por Maren Ade participou da competição do Festival de Cannes e foi muito elogiado pela crítica internacional.

Leia mais: Conheça Maren Ade, a diretora que brilhou em Cannes

A comédia, ainda inédita no Brasil, também entrou para a lista da BBC de 100 melhores filmes do século 21. Continue lendo Alemanha escolhe “Toni Erdmann” como candidato ao Oscar

“Um Belo Verão” é o filme do mês em cineclube de Niterói

Um Belo Verão, de Catherine Corsini, é o filme do mês no Cineclube Quase Catálogo, que ocorre nesta quinta-feira (25), em Niterói (RJ).

Saiba mais: Leia a crítica do filme Um Belo Verão

Dedicado exclusivamente a filmes dirigidos por mulheres, o cineclube presta homenagem ao levantamento de mesmo nome, publicado em 1988, que relaciona quase 480 títulos de diretoras brasileiras, muitos deles pouco conhecidos pelo público. Continue lendo “Um Belo Verão” é o filme do mês em cineclube de Niterói

Leslie Jones é alvo de hackers e novos ataques racistas

Leslie Jones, uma das estrelas de Caça-Fantasmas, voltou a ser vítima de racismo na internet. De acordo com a imprensa americana, o site da atriz foi retirado do ar após um ataque de hackers.

Leia também: Em defesa da nova versão de Caça-Fantasmas

Segundo o jornal The New York Times, os hackers colocaram um vídeo de um gorila no site de Jones, bem como imagens que pareciam mostrá-la nua. Além disso, publicaram informações pessoais, como fotos da carteira de motorista e do passaporte da atriz.

Jones ainda não comentou o assunto.

Desde o lançamento de Caça-Fantasmas – filme muito criticado por retomar a franquia dos anos 1980 agora com elenco feminino – Jones têm sido vítima de ataques na internet.

Em julho, ela chegou a deixar o Twitter por causa da série de mensagens racistas que estava recebendo. “Fui chamada de símio, me enviaram fotos de suas bundas, até recebi uma foto com sêmen na minha cara”, escreveu a atriz, na época.

Depois, Jones voltou à rede social e ganhou mais seguidores com sua cobertura da Olimpíada no Rio de Janeiro. Contratada pela emissora americana NBC, ela veio ao Brasil para o evento.

O ataque de hackers motivou uma nova onda de apoio à Jones nas redes sociais, com mensagens de artistas como o diretor de Caça-Fantasmas, Paul Feig; as atrizes Gabby Sidibe, Patricia Arquette, Octavia Spencer, Alyssa Milano, Lena Dunham e Nia Vardalos; e a cantora Katy Perry, entre outras personalidades.

Via NYT

Halle Berry procura filho sequestrado no trailer de “Kidnap”

Ganhadora do Oscar por A Última Ceia (2001), Halle Berry é a estrela do thriller Kidnap, que tem direção de Luis Prieto.

Berry interpreta Karla McCoy, que sai em uma missão frenética para encontrar seu filho depois de ele ser sequestrado em um parque.
Continue lendo Halle Berry procura filho sequestrado no trailer de “Kidnap”

12 diretoras entram na lista da BBC de 100 filmes do século 21

Doze filmes dirigidos por mulheres entraram na lista de 100 melhores do século 21, publicada pela BBC nesta terça-feira (23).

Os títulos foram escolhidos por 177 críticos de diferentes países, que puderam votar em filmes lançados do ano 2000 para cá. De acordo com a BBC, 31% dos profissionais votantes foram mulheres.

O filme de diretora mais bem posicionado é Encontros e Desencontros (2003), de Sofia Coppola, na 22ª posição. Depois, a brasileira Kátia Lund aparece em 38º lugar com Cidade de Deus (2002), dirigido em parceria com Fernando Meirelles.

Todas as demais cineastas aparecem a partir da 56ª posição, e três dos 12 filmes são trabalhos em parceria com homens. A lista completa tem filmes de 85 diretores diferentes – destes, 9 mulheres.

Veja todos os filmes de diretoras que estão na lista:

22ª posição – Encontros e Desencontros (2003)
Dirigido por Sofia Coppola

38ª posição – Cidade de Deus (2002)
Dirigido por Kátia Lund e Fernando Meirelles

56ª posição – A Harmonia Werckmeister (2000)
Dirigido por Ágnes Hranitzky e Béla Tarr

57ª posição – A Hora Mais Escura (2012)
Dirigido por Kathryn Bigelow

63ª posição – O Cavalo de Turin (2011)
Dirigido por Ágnes Hranitzky e Béla Tarr

65ª posição – Aquário (2009)
Dirigido por Andrea Arnold

67ª posição – Guerra ao Terror (2008)
Dirigido por Kathryn Bigelow

70ª posição – Histórias que Contamos (2012)
Dirigido por Sarah Polley

89ª posição – A Mulher Sem Cabeça (2008)
Dirigido por Lucrecia Martel

97ª posição – Minha Terra África (2009)
Dirigido por Claire Denis

99ª posição – Os Catadores e Eu (2000)
Dirigido por Agnès Varda

100ª posição – Toni Erdmann (2016)
Dirigido por Maren Ade

No ano passado, uma lista da BBC, também de críticos, incluiu só dois títulos dirigidos por mulheres (e em parceria com homens) entre os 100 melhores filmes americanos de todos os tempos.

O primeiro lugar da lista de melhores do século 21 ficou para um filme estrelado por mulheres: Cidade dos Sonhos (2001), de David Lynch.

Via BBC

Crítica: “Esperando Acordada”, dirigido por Marie Belhomme

Isabelle Carré é o principal motivo para assistir Esperando Acordada, comédia francesa que está em cartaz no Brasil e marca a estreia da diretora Marie Belhomme no longa-metragem.

Carré interpreta Perrine, uma mulher solteira de 30 e poucos anos que leva uma vida solitária. Musicista “quase” profissional, como se descreve nos anúncios em busca de trabalho, ganha a maior parte de seu dinheiro não com aulas e shows, mas, sim, animando festas infantis e reuniões em um lar de idosos. Continue lendo Crítica: “Esperando Acordada”, dirigido por Marie Belhomme