Com sustos e humor, “Nós” reflete sobre o horror que vem de dentro

Uma garota assiste a um comercial de televisão na primeira cena de Nós, novo trabalho do diretor Jordan Peele após o sucesso de Corra! (2017). O ano é 1986 e o anúncio é da iniciativa beneficente Hands Across America, segundo a qual 6 milhões de americanos dariam as mãos para formar uma linha humana de uma ponta dos Estados Unidos

“Suprema” é retrato sem brilho da juíza e fenômeno pop Ruth Bader Ginsburg

Aos 86 anos, a juíza Ruth Bader Ginsburg é um fenômeno de mídia e popularidade nos Estados Unidos. Indicada para a Suprema Corte em 1993, durante o governo Bill Clinton, ela foi a segunda das quatro mulheres que chegaram ao tribunal mais importante do país e ganhou notoriedade pelas várias vezes em que discordou publicamente das decisões dos colegas. O

Com “Capitã Marvel”, maior universo do HQ no cinema ganha mulher protagonista

O chamado Universo Cinematográfico Marvel tem apenas 11 anos de história, mas os lançamentos são tantos e ganham repercussão tão monumental que, de certa forma, é como se os filmes baseados nos quadrinhos da Marvel Comics sempre tivessem existido. Quem não é versado neste mundo (eu, por exemplo) não sabe ao certo quantos Homens de Ferro, Homens-Aranha e Homens-Formiga já

“Poderia Me Perdoar?” reforça versatilidade de Melissa McCarthy

Melissa McCarthy conseguiu um feito improvável que muita gente esquece: tornou-se uma das mais rentáveis estrelas de Hollywood sendo uma mulher de mais de 40 anos (hoje, 48) e desafiando o limitado padrão de beleza do cinema comercial americano. Em apenas quatro anos, passou da coadjuvante que rouba a cena em Missão Madrinha de Casamento (2011) para a terceira atriz mais bem

‘A Favorita’ diverte com trio de atrizes e desafio às regras do filme de época

A Favorita chega aos cinemas nesta quinta-feira (24) embalado por dez indicações ao Oscar (o líder ao lado de Roma), incluindo melhor filme, direção, atriz para Olivia Colman e coadjuvante para Rachel Weisz e Emma Stone, na 19ª vez em 91 anos em que três ou mais atuações femininas são reconhecidas pelo mesmo longa. Oscar 2019: Confira a lista completa com todas as

“O Peso do Passado” é clichê policial com mulher protagonista

O rosto quase irreconhecível da atriz Nicole Kidman foi a imagem mais usada na divulgação mundial de O Peso do Passado, filme que estreia nesta quinta-feira (17) nos cinemas brasileiros e é o primeiro longa-metragem da diretora Karyn Kusama desde o intrigante The Invitation (2015). É este rosto, também, que dá início ao filme e nos apresenta à personagem Erin Bell, uma investigadora

Cotada para o Oscar, Glenn Close merece mais do que “A Esposa”

A Esposa é o título do filme que pode finalmente dar um Oscar à atriz Glenn Close, dona de uma carreira de mais de quatro décadas, muitos papéis marcantes e seis indicações à estatueta. "A esposa", assim entre aspas, também é como se convencionou chamar um dos personagens femininos mais recorrentes em Hollywood (atrás apenas, talvez, de "a mãe"). Artistas das mais

“Ama-San” cria atmosfera lírica para mostrar vida de pescadoras japonesas

Ama-San, novo filme da diretora Cláudia Varejão (No Escuro do Cinema Descalço os Sapatos), chega aos cinemas de São Paulo e Rio de Janeiro nesta quinta-feira (10), depois de ter sido premiado em festivais como o DocLisboa de 2016. Varejão nasceu no Porto, cidade portuguesa de 214 mil habitantes, mas encontrou o incrível tema de seu segundo longa-metragem numa vila de pescadores

Viola Davis lidera elenco de “As Viúvas”, filme escrito por Gillian Flynn

A atriz Viola Davis lidera um elenco talentoso e numeroso em As Viúvas, filme dirigido por Steve McQueen (de Shame e 12 Anos de Escravidão) que já está em cartaz nos cinemas. A parceria entre Davis e McQueen já seria suficiente para justificar o forte hype que envolveu a produção desde os primeiros anúncios, mas há ainda um terceiro nome bastante

“Sequestro Relâmpago” coloca Marina Ruy Barbosa em situação-limite

Tata Amaral é uma das grandes diretoras do cinema brasileiro, ao lado de nomes como Anna Muylaert e Laís Bodanzky. Seus filmes são obrigatórios, principalmente para os cinéfilos -  do primeiro longa-metragem, Um Céu de Estrelas (1996), no qual Leona Cavalli é uma mulher tomada refém por seu namorado, ao drama Hoje (2011), com Denise Fraga, sobre a ditadura militar no Brasil.  Estreias da

Top