Mulheres dirigiram 40% dos pré-candidatos ao Oscar de documentário

Sessenta e sete dos 166 filmes que buscam uma indicação ao Oscar de melhor documentário foram dirigidos ou codirigidos por mulheres, segundo levantamento feito pelo Mulher no Cinema a partir da lista divulgada pela Academia de Ciências Cinematográficas. Leia também: Mulheres dirigiram 23% dos candidatos ao Oscar de filme estrangeiro Saiba mais: Três dos 25 candidatos ao Oscar de animação têm direção feminina Dicas de filmes: 40 documentário dirigidos

Mulheres dirigiram 3 dos 25 filmes que buscam indicação ao Oscar de animação

Apenas três dos 25 filmes inscritos na disputa pelo Oscar de melhor animação foram dirigidos ou codirigidos por mulheres, segundo levantamento do Mulher no Cinema a partir da lista da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. A baixa proporção, de cerca de 12%, queda em relação aos 15% registrados em 2017 e avanço em relação aos 7,5% em 2016. Leia também: Mulheres

Mulheres dirigiram 23% dos candidatos ao Oscar de filme estrangeiro

Apenas 20 dos 87 filmes inscritos na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro foram dirigidos ou codirigidos por mulheres – o equivalente a 23%. O índice está abaixo do registrado no ano passado, de 28%, mas acima do percentual de 2016, de 18%. Saiba mais: Veja todos os longas de diretoras que concorreram ao Oscar de filme estrangeiro Leia também: Academia anuncia

Tailândia escolhe filme de Anucha Boonyawatanya como candidato ao Oscar

Dirigido pela cineasta Anucha Boonyawatanya, Malila: The Farewell Flower será o candidato da Tailândia a uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro. O país nunca concorreu na categoria. Malila conta a história de amor entre dois homens: Shane, um fazendeiro, e Pitch, artista que trabalha com ornamentos feitos de plantas e flores, conhecidos como bai sri, e tem uma doença terminal. Saiba mais: Todos os

Noruega escolhe filme da diretora Iram Haq como candidato ao Oscar

A Noruega escolheu What Will People Say como seu candidato na busca por uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro. O longa é dirigido por Iram Haq, cineasta norueguesa de origem paquistanesa. What Will People Say acompanha Nisha, adolescente que vive na Noruega mas é enviada de volta ao Paquistão depois de seu pai, muito conservador, encontrá-la com o namorado. O filme foi exibido

Filme da diretora Mouly Surya será o candidato da Indonésia ao Oscar

A Indonésia escolheu Marlina the Murderer in Four Acts, terceiro longa-metragem da diretora Mouly Surya, como seu candidato ao Oscar de filme estrangeiro. A produção foi exibida na Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes. De acordo com o Hollywood Reporter, trata-se de um "neo-faroeste feminista". Ambientando na ilha indonésia de Sumba, o filme conta a história de Marlina, jovem viúva

Argélia escolhe filme de Yasmine Chouikh como seu representante no Oscar

Pela segunda vez em sua história, a Argélia escolheu um longa-metragem dirigido por mulher como seu candidato ao Oscar de filme estrangeiro. Este ano, o representante do país na premiação será Until the End of Time, de Yasmine Chouikh. Saiba mais: Todos os longas de diretoras que já disputaram o Oscar de filme estrangeiro O filme conta uma história de amor ambientada em um cemitério:

Filme de Aida Begic vai representar a Bósnia-Herzegóvina no Oscar

Never Leave Me, novo longa da diretora Aida Begic, será o representante da Bósnia-Herzegóvina na disputa por uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro. O país levou a estatueta uma vez, com Terra de Ninguém (2001), de Danis Tanovic. O filme de Begic conta a história de três órfãos sírios - Isa, Ahmed e Muataz - que vivem em situação difícil em um

Premiado em Cannes, filme de Nadine Labaki é o candidato do Líbano ao Oscar

Ganhador do Prêmio do Júri no Festival de Cannes, Capharnaüm foi escolhido como o candidato do Líbano ao Oscar de filme estrangeiro. O longa é dirigido por Nadine Labaki, conhecida por Caramelo (2007) e E Agora Onde Vamos? (2011). Capharnaüm conta a história de um menino pobre que processa os próprios pais. O filme tem elenco majoritariamente não profissional e teve boa recepção na sessões durante o Festival de Cannes,

“Polyxeni”, de Dora Masklavanou, é o candidato da Grécia ao Oscar

Dirigido por Dora Masklavanou, Polyxeni é o candidato da Grécia a uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro. O país já concorreu na categoria cinco vezes, mas nunca levou a estatueta para casa. Polyxeni conta a história da personagem-título, uma garota órfã que é separada do irmão ao ser adotada por uma família de Constantinopla. Quinze anos depois, quando herda uma herança

Top