Citação da semana: Anne Hathaway se arrepende de não ter confiado em diretoras

A atriz Anne Hathaway foi questionada pelo jornalista Peter Travers, da ABC, sobre qual filme de sua carreira a ensinou mais. A resposta foi Um Dia (2001), dirigido por Lone Scherfig. A justificativa foi a seguinte: "Me arrependo de não ter confiado nela [a diretora] mais facilmente. E até hoje tenho medo de que a razão de eu não ter confiado

Veja o novo trailer de “O Estranho que Nós Amávamos”, filme de Sofia Coppola

Depois de ser selecionado para a competição oficial do Festival de Cannes, O Estranho que Nós Amávamos, filme dirigido por Sofia Coppola, ganhou um novo trailer. O longa estreia em 24 de agosto no Brasil. Leia também: Novo filme de Sofia Coppola competirá pela Palma de Ouro em Cannes O Estranho que Nós Amávamos é um remake de um filme com o

Anna Boden e Ryan Fleck serão os diretores de “Capitã Marvel”

A versão para o cinema de Capitã Marvel finalmente encontrou seus diretores: Anna Boden e Ryan Fleck, a dupla responsável por Parceiros de Jogo (2015) e Se Enlouquecer, Não Se Apaixone (2010). A atriz Brie Larson já tinha sido anunciada como intérprete da Capitã Marvel, alter ego de Carol Danvers, piloto de avião que sofre uma mutação e desenvolve superpoderes. A busca por

Veja o trailer de “Detroit”, dirigido por Kathryn Bigelow

Primeira e única mulher a ganhar o Oscar de direção, Kathryn Bigelow está de volta com Detroit, filme que discute o racismo nos EUA a partir de um episódio real: cinco dias de confrontos que tomaram as ruas da cidade americana em 1967. O estopim do conflito foi uma batida policial em um bar sem licença localizado em um bairro predominante

Apenas três diretoras competirão pela Palma de Ouro em Cannes

Mulheres dirigiram apenas três dos 18 filmes que estarão na competição principal do Festival de Cannes deste ano, que ocorre de 17 a 28 de maio. São eles: O Estranho que Nós Amávamos, de Sofia Coppola; Radiance, de Naomi Kawase; e You Were Never Really Here, de Lynne Ramsay, que ainda está em fase de finalização. É mais um ano de baixa presença feminina na

Cinema lésbico de Barbara Hammer é tema de mostra no Rio

Mais de 20 filmes estão na programação da mostra Barbara Hammer - Um cinema experimental lésbico, que ocorre de 18 a 30 de abril na Caixa Cultural Rio de Janeiro. Esta é a primeira retrospectiva da obra da cineasta americana no Brasil. Hammer, 77 anos, é referência no cinema queer. A diretora, que é homossexual, ficou conhecida internacionalmente por filmes que retratam a cultura

Top