Aïssa Maïga lidera manifestação de atrizes negras em Cannes

Depois de 82 mulheres usarem o tapete vermelho do Festival de Cannes para exigir igualdade de gênero, dezesseis atrizes negras voltaram ao mesmo local nesta quarta-feira (16) para exigir maior representatividade no cinema francês. Vídeo: Veja o discurso de Agnès Varda e Cate Blanchett em Cannes – com tradução Entrevista: "Cannes se interessou pelo Brasil que o Brasil nega", diz Renée Nader Messora Guia de Cannes: Veja

Crowdfunding: Curta de estudantes tem mulheres negras em frente e atrás das câmeras

Mulher no Cinema dá espaço a iniciativas de financiamento coletivo relacionadas ao trabalho das mulheres nas telas. A ideia é apresentar projetos independentes a quem quer colaborar. Envie sugestões para contato@mulhernocinema.com NOITE FRIA O PROJETO Noite Fria é um curta-metragem que está sendo produzido por onze estudantes de cinema da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Conta a história da operadora de telemarketing Marta, uma

Nos EUA, “Uma Dobra no Tempo” é filme mais lucrativo dirigido por mulher negra

Uma Dobra no Tempo bateu um recorde importante neste fim de semana: tornou-se o filme dirigido por uma mulher negra de maior bilheteria nos Estados Unidos em todos os tempos. Leia também: Ava DuVernay vai dirigir adaptação de quadrinhos da DC Saiba mais: 15 filmes dirigidos por mulheres que arrasaram nas bilheterias O longa de Ava DuVernay, que estreia nesta quinta-feira (29) no Brasil,

Citação da semana: Ava DuVernay alerta contra falsa sensação de mudança em Hollywood

"Sou uma anomalia. Ryan Coogler [diretor de Pantera Negra] é uma anomalia. Barry Jenkins [diretor de Moonlight] é uma anomalia. Dee Rees [diretora de Mudbond] é uma anomalia. Se você consegue nomear todos nós em duas mãos, não é mudança. [...] Momentos como este só se sustentam se há mudança sistêmica. Estamos sentados em um sistema quebrado. Se não houver

Citação da semana: Viola Davis cobra salários e oportunidades iguais para atrizes negras

"[As atrizes negras] ganham provavelmente um décimo do que ganham as atrizes caucasianas. Estou no topo da lista, e tenho que ir lá batalhar pelo meu valor. É isso que sinto que estou fazendo. [...] Tenho uma carreira provavelmente comparável às de Meryl Streep, Julianne Moore, Sigourney Weaver. Todas se formaram em Yale, Julliard, Universidade de Nova York. Elas traçaram o

Cinema nacional exclui mulheres negras, aponta estudo

Mulheres negras não dirigiram nem escreveram nenhum dos 142 longas-metragens brasileiros lançados nas salas do País em 2016, de acordo com o primeiro levantamento da Agência Nacional do Cinema (Ancine) a contemplar dados sobre raça. Segundo o estudo, 75,4% dos filmes analisados foram dirigidos por homens brancos, 19,7% por mulheres brancas e 2,1% por homens negros. A presença dominante de homens

Mostra no Rio de Janeiro exibe filmes brasileiros dirigidos por mulheres negras

Adelia Sampaio, Danddara, Lilian Solá Santiago, Carol Rodrigues, Yasmin Thainá, Juliana Vicente, Renata Martins e Sabrina Fidalgo são algumas das cineastas que terão trabalhos exibidos na mostra Diretoras Negras do Cinema Brasileiro, que fica em cartaz de 5 a 17 de dezembro na Caixa Cultural Rio de Janeiro. A programação inclui 46 filmes, incluindo Amor Maldito (1984), de Adelia Sampaio, o primeiro longa-metragem

Top