“Barrage”, de Laura Schroeder, vai representar Luxemburgo no Oscar

Exibido em Berlim e já confirmado para a programação do Festival do Rio, Barrage, dirigido por Laura Schroeder, será o candidato oficial de Luxemburgo na busca por uma indicação ao Oscar de filme estrangeiro.

Em Barrage, Catherine retorna a Luxemburgo após uma década vivendo na Suíça, período durante o qual sua mãe, Elisabeth, foi responsável pela criação de sua filha, Alba. Agora, ela sente que precisa lutar para ocupar o papel que deseja dentro de sua família. O elenco tem Lolita Chammah, Themis Pauwels e Isabelle Huppert.

Concorrer ao Oscar de filme estrangeiro é um processo de três fases. Primeiro, cada país escolhe o seu candidato e o pré-indica à Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Depois, em dezembro, será divulgada uma lista com semifinalistas. Por fim, em 23 de janeiro serão anunciados os cinco indicados que de fato disputarão o prêmio.

A cerimônia do Oscar será realizada em 4 de março. Outros filmes dirigidos por mulheres na disputa são By The Time It Gets Dark, de Anocha Suwichakornpong (Tailândia); The Divine Order, de Petra Volpe (Suíça); First They Killed My Father, de Angelina Jolie (Camboja); Glory, de Kristina Grozeva e Petar Valchanov (Bulgária); Miner, de Hanna Antonina Wojcik Slak (Eslovênia); On Body and Soul, de Ildikó Enyedi (Hungria); Quit Staring at My Plate, de Hana Jusic (Croácia); Scary Mother, de Ana Urushadze (Geórgia); Spoor, de Agnieszka Holland (Polônia); Tempestad, de Tatiana Huezo (México); Verano 1993, de Carla Simón (Espanha); e Wajib, de Annemarie Jacir (Palestina).


Via Delano

Deixe um comentário

Top