Ponto de vista é questão central em “Retrato de Uma Jovem Em Chamas”

A diretora francesa Céline Sciamma sabe abordar temas por vezes ásperos com notável delicadeza. Fez isso em seu longa de estreia, Lírios d’Água, falando da descoberta do amor e da sexualidade no conturbado período da adolescência; no aclamado Tomboy (2012), que mostra a transgeneridade no contexto da infância; e repete o feito em Retrato de Uma Jovem Em Chamas (2019),

7 filmes dirigidos ou protagonizados por mulheres para ver no Festival Mix Brasil

Quase 60 filmes, entre curtas e longas-metragens, estão na programação da edição deste ano Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade, que ocorre de 13 a 20 de novembro em São Paulo. Sessões e eventos serão realizados em seis espaços: Centro Cultural da Diversidade, Centro Cultural São Paulo, Cine Olido, CineSesc, Espaço Itaú de Cinema e Museu da Imagem e

Dos 4 filmes de diretoras na principal mostra de Cannes, 3 foram premiados

A neozelandesa Jane Campion continuou sendo a única cineasta mulher a ganhar a Palma de Ouro no Festival de Cannes depois de Parasites, de Bong Joon-ho, ser anunciado como o ganhador da edição deste ano. Mas eis um dado interessante: dos quatro filmes dirigidos por mulheres que estavam entre os 21 títulos da competição principal, três receberam troféus neste sábado (25). Leia também: Dirigido por Mati Diop,

Filme de Céline Sciamma ganha prêmio de roteiro em Cannes

A francesa Céline Sciamma ganhou o prêmio de melhor roteiro no Festival de Cannes por seu novo filme, Portrait de la Jeune Fille en Feu. O longa era tido como um dos favoritos à Palma de Ouro, que foi entregue a Parasites, de Bong Joon-ho. Com isso, o tabu de Cannes com as mulheres se manteve: O Piano (1993), da neozelandesa Jane Campion, continua

Céline Sciamma é primeira mulher a ganhar a Queer Palm em Cannes

O novo filme de Céline Sciamma, Portrait de la Jeune Fille en Feu, ganhou a Queer Palm, prêmio entregue ao melhor filme com temática LGBTQ do Festival de Cannes. É a primeira vez que um longa dirigido por mulher leva o troféu, criado há dez anos pelo jornalista Franck Finance-Madureira. Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por mulheres em Cannes Palma de Ouro: Conheça os

Guia de Cannes: os filmes dirigidos por mulheres que estão no festival

Apenas quatro filmes dirigidos por mulheres estão entre os 21 concorrentes à Palma de Ouro do Festival de Cannes, que começa nesta terça-feira (14). Como as últimas edições do evento, a 72ª deve servir de palco para discussões sobre a igualdade de gênero no cinema e a representação feminina nos festivais. Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por mulheres em Cannes Palma de Ouro: Conheça

Quatro diretoras disputarão Palma de Ouro em Cannes

Quatro filmes dirigidos por mulheres estão entre os 18 que concorrerão à Palma de Ouro na edição deste ano do Festival de Cannes. Apesar de muito baixo, o índice representa uma melhora no histórico do evento: a única outra vez em que quatro mulheres estiveram na competição foi em 2011, quando havia 20 concorrentes. Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e centrados em mulheres que chegam aos cinemas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 16 de fevereiro. "Eu, Olga Hepnarová" [Já, Olga Hepnarová, República Tcheca/Polônia/Eslováquia/França, 2016] Michalina Olszanska interpreta Olga Hepnarová (1951-1975), jovem tcheca que em 1973 matou oito pessoas atropelando-as com um caminhão em Praga. Direção de Tomas Weinreb e

10 filmes de mulheres ou sobre mulheres que marcaram 2015

Fim de ano chegou e o Mulher no Cinema se divide entre a tentação de fazer uma lista de melhores filmes de 2015 e a terrível e constante sensação de estar esquecendo algum (#sofrimento). A ideia foi não pensar muito: apenas listar 10 longas - 5 dirigidos por mulheres, 5 estrelados por mulheres - que ficaram na memória. Uma única regra foi definida:

5 filmes dirigidos por mulheres para ver este mês na Netflix

Todo mês o Mulher no Cinema lista longas dirigidos por mulheres para serem vistos em casa mesmo, no conforto da Netflix. São títulos de diferentes gêneros, que mostram a diversidade da produção feminina e ajudam naqueles dias em que a vontade de ver um filme é grande, mas a inspiração não vem. Veja os destaques do mês de junho: "Bicho de Sete Cabeças" [Brasil, 2001] A

Top