Sofia Coppola entrevista Alice Rohrwacher, de “As Maravilhas”

A revista do “New York Times” reuniu duas diretoras bem legais em uma entrevista: a americana Sofia Coppola, de “Encontros e Desencontros”, faz algumas perguntas para a italiana Alice Rohrwacher, de “As Maravilhas”, que estreou nos cinemas brasileiros no ano passado.

(Na verdade, a entrevista é também com a irmã mais velha de Alice, Alba, a atriz de “As Maravilhas”, mas infelizmente ela fala pouco.)

De acordo com o “New York Times”, Coppola ficou com o filme na cabeça desde que o assistiu no Festival de Cannes do ano passado, quando foi jurada. Alguns dos trechos mais legais:

Sofia Coppola: Alice, como você decidiu ser diretora? Você e Alba faziam filmes juntas quando eram crianças?

Alice Rohrwacher: Crescemos no interior, sem muito acesso a cinema. O fato de não termos nenhum relacionamento real com filmes nos fez desejar esse mundo ainda mais […] O primeiro dia de filmagem de “Corpo Celeste” [seu longa de estreia] foi meu primeiro dia em um set.

Sofia Coppola: Sua equipe foi legal e respeitosa?

Alice Rohrwacher: Sim, mas no final, um dos técnicos veio até mim e disse: “Apesar de ser mulher, você foi muito bem!”. Acho que todo mundo ficou chocado no começo. Do tipo: “O que vamos fazer? Sentar e tomar chá o tempo todo?”

[…]

Sofia Coppola: De que filmes você gostava quando criança?

Alice Rohrwacher: Os filmes que significaram muito para mim foi os que vi com 16, 17 anos. Mas é claro que “E.T. – O Extraterrestre” foi importante para mim quando criança. “1900” do [Bernardo] Bertolucci também foi importante. Outro sucesso na nossa casa era “A Lagoa Azul”. Acho que os filmes mais influentes são os que você assiste nos anos de formação da sua vida. Do mesmo jeito que não escolhemos nossos nomes, não escolhemos os filmes que amamos. É algo que acontece e de repente vira parte de você.

Leia a entrevista completa aqui

One thought on “Sofia Coppola entrevista Alice Rohrwacher, de “As Maravilhas”

Deixe um comentário

Top