Exclusivo: Veja uma cena de “DNA”, novo filme de Maïwenn, diretora de “Meu Rei”

A francesa Maïwenn escreve, dirige e protagoniza DNA, filme que estreia nos cinemas brasileiros no dia 30 de setembro. Este é o quinto longa-metragem da diretora, conhecida principalmente por Polissia (2011) e Meu Rei (2015), ambos exibidos na competição do Festival de Cannes.

Cinema francês: Ouça a playlist inspirada no cinema de Claire Denis
Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema acesse conteúdo exclusivo

Em DNA, Maïwenn explora suas raízes argelinas interpretando Neige, uma mulher divorciada e mãe de três crianças. Sua relação familiar mais próxima é com Emir (Omar Marwan), seu avô argelino que sempre a protegeu do relacionamento tóxico de seus pais. Quando Emir morre, as crises entre os diferentes membros da família se agravam e Neige mergulha em uma profunda crise de identidade.

O Mulher no Cinema divulga, com exclusividade, uma cena de DNA na qual Maïwenn contracena com a celebrada atriz francesa Fanny Ardant, que interpreta sua mãe, Caroline. Assista abaixo:

Além de Maïwenn e Ardant, o filme também tem no elenco Louis Garrel (de Os Sonhadores) no papel de François, amigo e conselheiro de Neige, e Marine Vacht (de Jovem e Bela) como Lilah, irmã da protagonista. 

DNA foi selecionado para a edição 2020 do Festival de Cannes, que não foi realizada por causa da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), e também para festivais como San Sebastián, na Espanha, e Zurique, na Suíça.

Na França, DNA recebeu quatro indicações ao César, considerado o Oscar do cinema francês, nas categorias de direção (Maïwenn), atriz coadjuvante (Ardant), ator coadjuvante (Garrel) e trilha sonora (Stephen Warbeck). No Brasil, o filme integrou a programação do Festival Varilux e da edição online do Festival do Rio.

Maïwenn também é autora do roteiro, que escreveu em parceria com Mathieu Demy, filho dos cineastas Agnès Varda (1928-2019) e Jacques Demy (1931-1990). Ele também roteirista e diretor de Americano (2011).

Top