Flavia Castro sobre “Deslembro”: “Brasil não fez trabalho político de memória”

A diretora e roteirista Flavia Castro ficou conhecida por Diário de uma Busca (2010), documentário no qual abordou a ditadura militar por um viés pessoal: investigando as circunstâncias da morte de seu pai, o jornalista e militante Celso Castro, encontrado morto em outubro de 1984 no apartamento de um ex-oficial nazista. Vídeo: Conheça algumas das mulheres que formaram a equipe

15 filmes dirigidos por mulheres sobre a ditadura militar

Em 2019 completam-se 55 anos do golpe de 1964, que deu início a mais de duas décadas de ditadura militar no Brasil. Neste período, o governo cancelou eleições, censurou a imprensa e atuou com brutalidade, perseguindo, prendendo, torturando e assassinando opositores. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Tema marcante do cinema brasileiro, o golpe militar foi e continua

Tata Amaral celebra 30 anos de carreira com “Trago Comigo”

A cineasta Tata Amaral era criança quando o golpe de 1964 instaurou a ditadura no Brasil. No final dos anos 1970, participou dos movimentos estudantis a favor da democracia. Mas décadas depois, em meio à pesquisa para um filme, se surpreendeu ao perceber o quanto tinha a descobrir sobre o período militar. A importância de se recuperar essas histórias é o tema do novo filme da

Top