Noémie Saglio fala sobre os desafios das mulheres no cinema francês

Nos últimos quatro anos, a francesa Noémie Saglio rodou três longas-metragens: Beijei Uma Garota (2015), Connasse, princesse des coeurs (2015) e Tal Mãe, Tal Filha (2017), que está na programação do Festival Varilux de Cinema Francês e entra em cartaz nos cinemas brasileiros no dia 20 de julho. Mas pergunte à Noemie qual a sua profissão e ela provavelmente responderá que é roteirista

10 filmes para ver no Festival Varilux

Dezenove produções inéditas no circuito brasileiro estão na programação do Festival Varilux de Cinema Francês, evento que neste ano atinge número recorde de cidades: mais de 55, distribuídas em 21 Estados e no Distrito Federal. O festival começa em São Paulo nesta quarta-feira (7) e se espalha pelas demais praças na quinta (8). Em cartaz até o dia 21, inclui na

Exclusivo: Veja o trailer do filme francês “A Vida de Uma Mulher”

O Mulher no Cinema divulga em primeira mão o trailer legendado de A Vida de Uma Mulher, filme que estará na programação do Festival Varilux de Cinema Francês, que ocorre em junho, e estreia no circuito em 13 de julho. Baseado na obra de Guy de Maupassant, A Vida de Uma Mulher se passa na Normandia, em 1819, quando a jovem Jeanne (Judith Chemla)

Diretoras da França ganham 42% menos que diretores

Mulheres que trabalham como diretoras na França recebem, em média, 42,3% menos do que os homens na mesma profissão. A informação é de um estudo publicado neste mês pelo Centro Nacional do Cinema e da Imagem em Movimento (CNC), órgão público que regula o cinema do país. A pesquisa avaliou a produção francesa entre 2006 e 2015 e apontou que a diferença

França escolhe “Elle” como candidato ao Oscar de filme estrangeiro

Estrelado por Isabelle Huppert, Elle foi escolhido para representar a França na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro. O longa dirigido por Paul Verhoeven foi exibido no Festival de Cannes. Huppert interpreta a dona de uma empresa de videogame que tenta descobrir a identidade de um homem que a estuprou em sua casa. 20740

Crítica: “Mercuriales”, filme dirigido por Virgil Vernier

A cena que abre Mercuriales, drama francês em cartaz no Brasil, mostra um jovem vigia conhecendo os dois prédios nos quais vai trabalhar. Ele visita diferentes ambientes, aprende sobre os equipamentos, observa câmeras de segurança e recebe orientações sobre o que fazer em situações hipotéticas. Dada a duração da cena - e o fato de os prédios em questão serem as torres

Top