“Retrato de uma Jovem em Chamas”: os bastidores do aclamado filme de Céline Sciamma

Foi em 19 de maio de 2019 que Retrato de uma Jovem em Chamas, quarto longa da francesa Céline Sciamma, fez sua estreia mundial no Festival de Cannes e deu início a uma impressionante trajetória de sucesso. O troféu de roteiro e a Queer Palm (entregue ao melhor filme com temática LGBTQ+) seriam apenas os primeiros de dezenas de prêmios

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou centrados em mulheres que chegam às salas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 9 de janeiro. Crítica: Greta Gerwig celebra e atualiza o clássico Adoráveis Mulheres Leia também: Ponto de vista é questão central em Retrato de uma Jovem em Chamas Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a

Ponto de vista é questão central em “Retrato de Uma Jovem Em Chamas”

A diretora francesa Céline Sciamma sabe abordar temas por vezes ásperos com notável delicadeza. Fez isso em seu longa de estreia, Lírios d’Água, falando da descoberta do amor e da sexualidade no conturbado período da adolescência; no aclamado Tomboy (2012), que mostra a transgeneridade no contexto da infância; e repete o feito em Retrato de Uma Jovem Em Chamas (2019),

Top