10 filmes dirigidos por mulheres para ver online no Olhar de Cinema

Pelo segundo ano consecutivo, o público de todo o Brasil terá acesso à programação do Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba, que realiza sua 10ª edição de 6 a 14 de outubro. As exibições do festival, que é dedicado ao cinema independente, serão online, com ingressos a R$ 5 por filme ou programa de curtas. Apoie: Colabore com o Mulher

“Carro Rei”, de Renata Pinheiro, vence Gramado; veja todas as premiadas

Dirigido por Renata Pinheiro, Carro Rei ganhou o principal troféu do Festival de Gramado, encerrado neste sábado (21). O longa pernambucano era um de três títulos dirigidos por mulheres na competitiva nacional de Gramado - e todos eles receberam múltiplos prêmios. Entrevista: Renata Pinheiro fala sobre Brasil em Carro Rei: "É um filme do caos" Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha

Renata Pinheiro retrata contexto brasileiro em “Carro Rei”: “É um filme do caos”

Não são poucos os temas que Renata Pinheiro aborda em seu novo longa-metragem, Carro Rei, que faz sua estreia nacional na competição do Festival de Gramado. Selecionado também para o Festival de Roterdã, o filme toca em questões como o domínio da indústria automobilística, o embate entre homens e máquinas, o impacto da tecnologia e das fake news, o descaso

Festival de Gramado: veja os filmes dirigidos por mulheres e como assisti-los

Três filmes dirigidos por mulheres estão entre os sete longas-metragens na competição brasileira do Festival de Gramado, que começa nesta sexta-feira (13). Pelo segundo ano, a transmissão da competitiva nacional será no Canal Brasil, com sessões diárias a partir das 21h30 que também terão transmissão simultânea pelos serviços de streaming Canais Globo e Globoplay + Canais ao Vivo.  Leia também: Diretoras recomendam

Competição brasileira de Gramado terá três longas dirigidos por mulheres

Três filmes dirigidos por mulheres estão entre os sete longas-metragens na competição brasileira do Festival de Gramado, que neste ano será de 13 a 21 de agosto, com sessões no Canal Brasil (pela televisão e online em transmissão simultânea pela Globoplay). Leia também: Diretoras recomendam documentários nacionais dirigidos por mulheres Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Os filmes dirigidos por

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou centrados em mulheres que chegam às salas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 30 de janeiro. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo "Açúcar" - [Brasil, 2017] Maeve Jinkings interpreta Bethânia, uma mulher que retorna ao local onde um dia funcionou o engenho de sua família. Lá, encontra fotos

Diretoras brasileiras respondem: qual o melhor filme dirigido por mulher do ano?

Quais os melhores filmes de 2018 de acordo com quem faz cinema? Pelo terceiro ano consecutivo, o Mulher no Cinema publica uma lista muito especial: nela, os destaques do ano que termina são escolhidos não pelos críticos ou pelo público, mas por diretoras brasileiras. Participe: Seja apoiador do Mulher no Cinema e acesse conteúdos exclusivos Leia também: 10 filmes escritos ou dirigidos por mulheres para ver no

Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou centrados em mulheres que chegam às salas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 9 de agosto. "Acrimônia" [Acrimony, EUA, 2018] Fiel, mas cansada do tratamento que recebe do marido desonesto, Melinda chega ao limite quando descobre que foi traída. Estrelado pela atriz Taraji P. Henson e dirigido por Tyler

Veja o teaser de “Açúcar”, estrelado pela atriz Maeve Jinkings

Depois de Amor, Plástico e Barulho (2013), a diretora Renata Pinheiro e a atriz Maeve Jinkings voltam a trabalhar juntas em Açúcar, longa-metragem codirigido por Sergio Oliveira. O filme foi selecionado para o Festival do Rio e a Mostra Internacional de Cinema em São Paulo e estreia nos cinemas em 2018. Em Açúcar, Bethânia retorna ao local onde um dia funcionou o engenho que foi propriedade de

Top