Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana, sempre às quintas-feiras, o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou protagonizados por mulheres que chegam às salas de cinema do Brasil. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e acesse conteúdo exclusivo Como alguns filmes não estreiam em todas as praças, é importante que o leitor consulte a programação de sua cidade. O Mulher no Cinema também recomenda que o público

Festival do Rio premia Kika Sena e direção de Julia Murat e Juliana Vicente

Kika Sena, Julia Murat, Juliana Vicente e Carol Marcowicz foram algumas das artistas premiadas na edição deste ano do Festival do Rio, encerrada neste domingo (16). As mulheres dominaram a premiação, levando troféus de direção, roteiro, direção de arte e direção de fotografia, entre outros. Entrevista: "As pessoas são diversas em qualquer contexto", diz Kika Sena Depoimento: Leia o texto de Kika

Kika Sena: “As pessoas são diversas em todo contexto”

A trajetória de Kika Sena certamente a preparou para protagonizar Paloma, filme dirigido por Marcelo Gomes que faz sua estreia nacional nesta segunda-feira (10) no Festival do Rio. Aos 28 anos, ela é formada em Artes Cênicas e cursa mestrado na mesma área, tem carreira como atriz e diretora de teatro e trabalha, também, como arte-educadora, poeta e performer. Apesar de experiente,

Kika Sena sobre “Paloma”: “Perspectiva complexa da vida de uma mulher trans”

A atriz Kika Sena estreia no cinema com Paloma, novo filme do diretor Marcelo Gomes, conhecido por Cinema, Aspirinas e Urubus (2005) e Estou Me Guardando Para Quando O Carnaval Chegar (2019). Ela interpreta a personagem-título, uma mulher trans que trabalha como agricultora no sertão de Pernambuco e sonha em se casar na igreja com Zé (Ridson Reis), o namorado

Top