“Mulher-Maravilha” e “Lady Bird” são indicados ao prêmio dos produtores

Dois filmes dirigidos por mulheres estão entre os 11 indicados ao prêmio do Sindicato dos Produtores dos Estados Unidos: Lady Bird: A Hora de Voar, de Greta Gerwig, e Mulher-Maravilha, de Patty Jenkins. Será a primeira vez que longas com direção feminina disputarão o troféu desde 2013, quando A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow, foi indicado. Leia também: Filmes protagonizados

Joana Henning fala sobre mercado e novas janelas: “VOD não é vilão”

Apesar de existir há dois anos, a produtora Escarlate chegou oficialmente ao mercado brasileiro em 2017, colocando o cinema como prioridade. Cerca de 80% dos projetos da empresa são voltados ao audiovisual, e o primeiro longa, De Perto Ela Não É Normal, é inspirado no monólogo escrito e estrelado por Suzana Pires e será filmado no início de 2018. À frente da Escarlate

Denise Gomes fala sobre novos mercados: “Definir regras do VOD é urgente”

Acertar antes dos outros: é esta a grande missão de Denise Gomes, sócia e produtora executiva da área de entretenimento da Bossa Nova Films, empresa criada em 2005 e responsável por centenas de horas de programação televisiva e mais de dez longas-metragens. Com 40 anos de carreira no audiovisual, que começou quando bateu na porta da TV Bandeirantes e conseguiu um estágio

Drew Barrymore produzirá série de terror escrita e dirigida por mulheres

A atriz Drew Barrymore vai produzir Black Rose Anthology, uma série de terror no modelo antologia que será produzida pela emissora americana CW. O melhor: todos os episódios serão escritos e dirigidos por mulheres. Leia também: Antologia de curtas de terror dirigidos por mulheres está na Netflix Além da atriz, a produção também é de Nancy Juvonen, sócia de Drew na Flower Films,

Vania Catani: “O produtor tem de ser vocacionado como o ator”

Receita para eliminar qualquer possibilidade de trabalhar com Vania Catani: diga que quer ser produtor ou produtora só até chegar à função cinematográfica que realmente deseja desempenhar. A ideia de a produção ser um "bico" ou "passagem para outra coisa" é das que mais irrita a dona da Bananeira Filmes: "Ao contrário do que todo mundo pensa, não é qualquer um que pode

Paula Barreto fala sobre desafios da produção de audiovisual no Brasil

O sobrenome Barreto é parte fundamental da história do cinema brasileiro. Desde 1963, quando o patriarca da família, Luiz Carlos, criou a produtora L.C. Barreto, foram mais de 80 filmes lançados, entre curtas e longas-metragens - uma lista que inclui sucessos como Dona Flor e Seus Dois Maridos (1976) e Bye, Bye Brasil (1980), e dois indicados ao Oscar de

Veja o teaser de “Alias Grace”, série que adapta Margaret Atwood

Fãs de The Handmaid's Tale já têm uma nova série para aguardar: Alias Grace, também baseada na obra da escritora Margaret Atwood. O projeto é cheio de mulheres talentosas: a produção e o roteiro são de Sarah Polley, roteirista e diretora de Longe Dela (2006) e Histórias que Contamos (2012), e a direção é de Mary Harron, de Psicopata Americano (2000). A atriz Sarah Gadon será a

Top