Duas mulheres disputam prêmio de direção no Oscar do cinema independente

Duas mulheres disputam o prêmio de direção no Independent Spirit Awards, conhecido como o Oscar do cinema independente americano. Andrea Arnold, de Docinho da América, e Kelly Reichardt, de Certas Mulheres, concorrem ao lado de três homens: Barry Jenkins (Moonlight), Pablo Larraín (Jackie) e Jeff Nichols (Loving). Docinho da América é um dos líderes de indicações e concorre em seis categorias, incluindo melhor filme. Ganhador

“Toni Erdmann” lidera indicações ao Prêmio do Cinema Europeu

Dirigido pela cineasta Maren Aden, Toni Erdmann é o líder de indicações ao Prêmio do Cinema Europeu. O longa vai disputar troféus em cinco categorias: melhor filme, direção, roteiro, ator e atriz. Leia também: Conheça Maren Ade, a diretora que brilhou em Cannes Na categoria principal, Toni Erdmann concorre com quatro filme dirigidos por homens: Elle, de Paul Verhoeven; Eu, Daniel Blake, de

Meryl Streep será homenageada no Globo de Ouro

A atriz Meryl Streep será a homenageada da edição deste ano do Globo de Ouro, que premia artistas do cinema e da TV. Ela receberá o troféu Cecil B. DeMille pelo conjunto de sua obra. De acordo com a Hollywood Foreign Press Association (HFPA), órgão responsável pela entrega do Globo de Ouro, Streep é um "modelo". "Ela sempre interpretou personagens femininos fortes, criando

Veja as mulheres premiadas na Mostra de Cinema de SP

Eliane Caffé, Camila Pitanga e Cristiane Oliveira foram premiadas na Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que encerrou sua 40ª edição nesta quarta-feira (2). Os troféus foram entregues em cerimônia no Parque do Ibirapuera. O júri formado por Bette Gordon, Jeferson De, Nicolas Klotz, Peter Brosens, Lita Stantic e Vasco Pimentel escolheu El Amparo, do diretor Rober Calzadilla, como o

Público do Festival do Rio premia filmes de diretoras

Todos os três prêmios escolhidos pelo público na edição deste ano do Festival do Rio, encerrada neste domingo (16), foram para filmes dirigidos ou codirigidos por mulheres. O voto popular escolheu Era o Hotel Cambridge, de Eliane Caffé, como melhor ficção; Divinas Divas, de Leandra Leal, como melhor documentário; e Demônia, um Melodrama em 3 Atos, de Fernanda Chicollet e Cainan Baladez,

“Que Horas Ela Volta?” vence Prêmio do Cinema Brasileiro

Que Horas Ela Volta?  foi o principal vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, realizado nesta terça-feira (4), no Rio de Janeiro. Foram sete troféus: melhor longa-metragem de ficção, direção (Anna Muylaert), atriz (Regina Casé), atriz coadjuvante (Camila Márdila), montagem de ficção (Karen Harley), roteiro original (Anna Muylaert) e longa-metragem de ficção segundo o voto popular. 20858

“A Cidade onde Envelheço” ganha 4 prêmios no Festival de Brasília

A Cidade onde Envelheço, dirigido por Marília Rocha, venceu o principal prêmio do Festival de Brasília no Cinema Brasileiro, encerrado na terça-feira (27). Além do troféu de melhor filme, A Cidade onde Envelheço também ganhou direção, atriz (dividido entre Elisabete Francisca e Francisca Manual) e ator coadjuvante (Wederson Neguinho). 20751

Top