Veja as mulheres indicadas ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Carolina Jabor e Gabriela Amaral Almeida disputarão o troféu de direção no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, entregue pela Academia Brasileira de Cinema. Carolina concorre pelo trabalho em Aos Teus Olhos e Gabriela, por O Animal Cordial. Ela são as únicas mulheres entre os cinco indicados. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo Neste ano, nenhum filme dirigido por

Flavia Castro sobre “Deslembro”: “Brasil não fez trabalho político de memória”

A diretora e roteirista Flavia Castro ficou conhecida por Diário de uma Busca (2010), documentário no qual abordou a ditadura militar por um viés pessoal: investigando as circunstâncias da morte de seu pai, o jornalista e militante Celso Castro, encontrado morto em outubro de 1984 no apartamento de um ex-oficial nazista. Vídeo: Conheça algumas das mulheres que formaram a equipe

“Democracia em Vertigem”: veja o trailer do novo filme de Petra Costa

Democracia em Vertigem é o novo filme de Petra Costa, diretora de Elena (2012) e Olmo e a Gaivota (2015). O documentário estreia em 19 de junho na Netflix e cinemas selecionados, após ser exibido na competição internacional de documentários do Festival de Sundance. Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo e prêmios exclusivos O filme faz um retrato do processo de impeachment

“Deslembro”: Conheça algumas mulheres da equipe do novo filme de Flavia Castro

Uma equipe majoritariamente feminina está por trás de Deslembro, filme dirigido por Flavia Castro e estrelado por Jeanne Boudier que estreia em 20 de junho nos cinemas. Leia também: 15 filmes dirigidos por mulheres brasileiras sobre a ditadura militar Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo O longa conta a história de Joana, uma adolescente que está morando em Paris com sua

Cinema da diretora Juliana Rojas é tema de mostra gratuita no Itaú Cultural em SP

"Sinfonia da Necrópole", de Juliana Rojas

Parte da obra da diretora, roteirista e montadora Juliana Rojas será exibida no mês de junho no Itaú Cultural em São Paulo (SP). Intitulada "O Cinema Fantástico de Juliana Rojas", a mostra integra a programação das Terças de Cinema do Itaú Cultural, que começam sempre às 19h e são abertas ao público. Entrevista: Juliana Rojas e Marco Dutra falam de As Boas

Brasileiro ‘A Vida Invisível de Eurídice Gusmão’ vence mostra Um Certo Olhar em Cannes

O cinema brasileiro ganhou um importante prêmio nesta sexta-feira (24) no Festival de Cannes. A Vida Invisível de Eurídice Gusmão, dirigido por Karim Aïnouz e estrelado por Carol Duarte e Julia Stockler, foi escolhido o melhor filme da mostra Um Certo Olhar. Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por mulheres em Cannes Palma de Ouro: Conheça os filmes dirigidos por mulheres que já

Gabriela Amaral Almeida: “A perseguição vai gerar muita narrativa”

Menos de um ano após estrear no longa-metragem com o ótimo O Animal Cordial (2018), a diretora Gabriela Amaral Almeida está de volta aos cinemas com A Sombra do Pai. Este segundo projeto foi, na verdade, o primeiro a ser escrito pela cineasta, que idealizou o filme em 2009 e o desenvolveu ao longo de anos, em paralelo a seus curtas-metragens e aos roteiros que

“A Sombra do Pai” explora horror e luto no cotidiano de família pobre brasileira

Personagens que perdem a humanidade em meio a questões sociais brasileiras parecem ser a ideia de horror de Gabriela Amaral Almeida. Após O Animal Cordial (2018), a diretora e roteirista volta aos cinemas nesta quinta-feira (2) com A Sombra do Pai. E se no primeiro filme uma tentativa de assalto transforma um restaurante paulistano em microcosmo do país, também o

Renée Nader Messora: “O índio é esquecido por todo mundo”

Um filme protagonizado por índios e codirigido por uma mulher foi o único título brasileiro premiado na última edição do Festival de Cannes. Ganhador do prêmio do júri na mostra Um Certo Olhar, Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, estreia no Brasil nesta quinta-feira (18). Leia também: 5 motivos para ver Chuva É Cantoria na Aldeia

5 motivos para ver “Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos”

Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos chega aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (18) um mês após ter estreado nas salas portuguesas, nas quais fez quase 5 mil espectadores, segundo dados do Instituto do Cinema e do Audiovisual referentes ao período até 10 de abril. Entrevista: Renée Nader Messora fala sobre Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos Apoie: Colabore com o Mulher no

Top