Sofia Coppola ganha prêmio de direção no Festival de Cannes

A americana Sofia Coppola ganhou o prêmio de direção no Festival de Cannes, encerrado neste domingo (28). A diretora de O Estranho que Nós Amamos era uma das três mulheres com filmes na competição, ao lado de Naomi Kawase e Lynne Ramsay. A diretora não estava presente à premiação, mas teve seu discurso de agradecimento lido por Maren Ade, integrante do júri que competiu

Veja o trailer de “Okja”, filme da Netflix que compete em Cannes

Saiu o trailer de Okja, filme original da Netflix que está na competição do Festival de Cannes. Estrelado por Seo-hyun Ahn e Tilda Swinton, o longa tem direção de Bong Joon-ho, de O Hospedeiro (2006), Mother (2009) e Expresso do Amanhã (2013). Leia também: Os filmes dirigidos por mulheres que estão na competição de Cannes No filme, a garota Mija sai em uma missão para impedir que

Guia de Cannes: os filmes dirigidos por mulheres que estão no festival

Anos e anos de baixa representação feminina acabaram transformando o Festival de Cannes em um importante palco internacional para as discussões sobre a igualdade de gênero no cinema. Não deve ser diferente na atual edição, que começa nesta quarta-feira (17) e tem apenas três filmes dirigidos por mulheres entre os 19 que disputam a Palma de Ouro. O número é similar ao

Mulheres são quatro dos nove artistas no júri de Cannes

Quatro mulheres estão entre os nove artistas que farão parte do corpo de jurados do Festival de Cannes, que ocorre de 17 a 28 de maio. O número é igual ao registrado no ano passado. As mulheres no júri serão a atriz, diretora e roteirista francesa Agnès Jaoui, de O Gosto dos Outros (2000) e Questão de Imagem (2004); a atriz e produtora

Apenas três diretoras competirão pela Palma de Ouro em Cannes

Mulheres dirigiram apenas três dos 18 filmes que estarão na competição principal do Festival de Cannes deste ano, que ocorre de 17 a 28 de maio. São eles: O Estranho que Nós Amamos, de Sofia Coppola; Radiance, de Naomi Kawase; e You Were Never Really Here, de Lynne Ramsay, que ainda está em fase de finalização. É mais um ano de baixa presença feminina na

Top