Olivia de Havilland, atriz de “E o Vento Levou” que enfrentou estúdios, morre aos 104 anos

A atriz Olivia de Havilland, uma das grandes estrelas da chamada era de ouro de Hollywood e que também impactou gerações ao questionar o poder dos estúdios, morreu neste sábado (25), aos 104 anos. De acordo com sua agente, Lisa Golderg, ela morreu de causas naturais em Paris, onde vivia.  Duas vezes ganhadora do Oscar, De Havilland é lembrada por papéis em

Veja todas as mulheres que já presidiram o júri do Festival de Cannes

Nos 72 anos do Festival de Cannes, mulheres presidiram o júri doze vezes, a mais recente em 2018, quando o posto foi ocupado pela atriz australiana Cate Blanchett. Leia também: Veja os principais prêmios recebidos por mulheres em Cannes Palma de Ouro: Conheça os filmes dirigidos por mulheres que já concorreram Premiados: Os filmes estrelados por mulheres que ganharam a Palma de Ouro Saiba mais: Quatro mulheres disputarão

Olivia de Havilland: saiba mais sobre a atriz que enfrentou os estúdios

Uma das grandes estrelas da chamada era de ouro de Hollywood também impactou gerações ao questionar o poder dos estúdios. Trata-se de Olivia de Havilland, que aos 104 anos é lembrada por papéis em filmes como E o Vento Levou... (1939), A Porta de Ouro (1941), Só Resta Uma Lágrima (1946) e Tarde Demais (1949).  Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo

Três atrizes do cinema clássico que marcaram Martin Scorsese

O diretor Martin Scorsese falou sobre três de suas atrizes favoritas na coluna mensal que mantém no site do canal TCM. Dedicada a filmes clássicos, a emissora sempre faz tributos a atores e atrizes no mês de agosto, o que levou Scorsese a escrever sobre Gene Tierney, Olivia de Havilland e Teresa Wright. De acordo com o diretor, são mulheres cujo trabalho

Top