Diretoras dominam categorias de curta do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro

Cineastas mulheres mostraram força nas categorias de curta-metragem e de documentário do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, que anunciou seus indicados na última semana. Filmes dirigidos ou codirigidos por mulheres representam três dos cinco concorrentes a melhor longa documental e 12 dos 18 curtas na disputa. A força das mulheres no curta já tinha sido demonstrada no ano passado, quando dirigiram

Mulheres dirigiram 46% dos documentários que buscam indicação ao Oscar 2021

Mulheres dirigiram ou codirigiram 110 dos 238 filmes que buscam uma indicação ao Oscar de melhor documentário em 2021, segundo levantamento feito pelo Mulher no Cinema a partir da lista divulgada pela Academia de Ciências Cinematográficas. Trata-se do equivalente a 46,2%. Este é o maior índice desde que o levantamento começou a ser feito, em 2016. Está acima dos 34% registrados

5 filmes dirigidos por mulheres para ver no streaming em janeiro

Todos os meses o Mulher no Cinema publica uma lista com dicas de filmes dirigidos por mulheres que você pode assistir online, em plataformas como Netflix, Amazon Prime Video, HBO Go, Now, Telecine, Mubi, Belas à La Carte, Google Play, iTunes e YouTube, entre outras. Leia também: Streaming do Telecine exibe filmes de diretoras pioneiras Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo #52FilmsByWomen: Apoie

Bárbara Paz sobre “Babenco”, candidato do Brasil ao Oscar: “Fiz um filme de amor”

Carta de amor, poema visual, filme-despedida. Estas são algumas das definições dadas por Bárbara Paz a Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou, premiado documentário que está em cartaz nos cinemas e vai representar o Brasil na busca por uma indicação ao Oscar de filme internacional. As definições da diretora apontam para o caráter extremamente pessoal

Dirigido por Bárbara Paz, “Babenco” é o candidato do Brasil ao Oscar

Dirigido por Bárbara Paz, Babenco – Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou será o candidato do Brasil a uma indicação ao Oscar de filme internacional em 2021. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (18) pela Academia Brasileira de Cinema, responsável pela decisão desde 2017. Entrevista: “Sempre haverá um jeito de fazer cinema”, diz Sandra Kogut Saiba mais: Todas as mulheres que disputaram o

Top