Lucrecia Martel: “A pobreza do cinema latino é não representar a sociedade”

Lucrecia Martel não é o que se chamaria de uma cineasta prolífica. Aos 51 anos, tem quatro longas-metragens de ficção no currículo, sendo que o mais recente, Zama, estreia nesta semana no Brasil após um intervalo de quase dez anos em relação ao anterior, o ótimo A Mulher Sem Cabeça. Num mundo que supervaloriza a produtividade e nem tanto a

Estreias da semana: as mulheres que chegam às telas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e centrados em mulheres que chegam aos cinemas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 29 de março. Árvores Vermelhas [Red Trees, Reino Unido, 2017] O documentário de Marina Willer traça a trajetória do arquiteto Alfred Willer, que faz parte de uma das doze famílias judaicas que sobreviveu à ocupação nazista em Praga,

“Zama”, de Lucrecia Martel, será o candidato da Argentina no Oscar

O novo trabalho de Lucrecia Martel, Zama, foi escolhido para representar a Argentina na busca pelo Oscar. O longa tem coprodução da empresa brasileira Bananeira Filmes, de Vania Catani, e será exibido no Festival do Rio. Um dos 30 filmes mais aguardados do ano segundo o Mulher no Cinema, Zama se passa no século 18 e é uma adaptação do livro escrito por Antonio Di Benedetto e publicado em 1954. Conta

Festival do Rio terá Jane Campion, Kathryn Bigelow e Lucrecia Martel

Novos trabalhos de diretoras como Jane Campion, Kathryn Bigelow, Lucrecia Martel e Agnieszka Holland estarão na programação do Festival do Rio, que ocorre de 5 a 15 de outubro. O evento divulgou os títulos internacionais da programação nesta semana - os nacionais já haviam sido anunciados. Jane Campion estará na programação com episódios de Top of the Lake: China Girl, segunda temporada da série

Veja o trailer de “Zama”, novo filme da diretora Lucrecia Martel

Saiu o primeiro trailer de Zama, novo filme da cineasta argentina Lucrecia Martel, diretora de O Pântano (2001), A Menina Santa (2004) e A Mulher Sem Cabeça (2008). Ainda não há previsão de estreia no Brasil. Um dos 30 filmes mais aguardados do ano segundo o Mulher no Cinema, Zama se passa no século 18 e é uma adaptação do livro escrito por Antonio

12 diretoras entram na lista da BBC de 100 filmes do século 21

Doze filmes dirigidos por mulheres entraram na lista de 100 melhores do século 21, publicada pela BBC nesta terça-feira (23). Os títulos foram escolhidos por 177 críticos de diferentes países, que puderam votar em filmes lançados do ano 2000 para cá. De acordo com a BBC, 31% dos profissionais votantes foram mulheres. O filme de diretora mais bem posicionado é Encontros e

5 filmes dirigidos por mulheres para ver este mês na Netflix

Todo mês o Mulher no Cinema lista longas dirigidos por mulheres para serem vistos em casa mesmo, no conforto da Netflix. São títulos de diferentes gêneros, que mostram a diversidade da produção feminina e ajudam naqueles dias em que a vontade de ver um filme é grande, mas a inspiração não vem. Veja os destaques do mês de abril: "Advantageous" [EUA, 2015] Ficção científica de Jennifer Phang. Num

Veja curtas de Agnès Varda, Miranda July e outras diretoras

Lembra quando a gente falou de uma série de curtas dirigidos por mulheres que foram exibidos no Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo? Para quem perdeu, uma boa notícia: também dá para ver os filmes na internet! É só entrar no site da Miu Miu. A marca de roupas é a patrocinadora do "Women's Tales", ou Contos de Mulheres, um programa que desde

Citação da semana: Lucrecia Martel

"Parece incrível, mas em muitas áreas a mulher segue sendo alvo de suspeitas quanto à capacidade. No cinema, vi o ovo da serpente: não é comum que as mulheres que fazem cinema - e podemos dizer o mesmo sobre outras áreas - ponham sua atividade de cinema acima de tudo em suas vidas. Conheço poucas diretoras que acreditam estar no centro do mundo.

3 filmes para ver na mostra Argentina Rebelde do RJ

A mostra Argentina Rebelde começa nesta terça-feira (18) na Caixa Cultural Rio de Janeiro e até o dia 30 de agosto vai apresentar 17 filmes argentinos entre longas, médias e curtas. A maioria das obras, realizadas entre 1942 e 2013, é inédita no Brasil. Selecionamos dois filmes dirigidos por mulheres e um centrado em personagem feminina que estão na programação (consulte

Top