5 momentos em que as mulheres brilharam no Globo de Ouro

O Globo de Ouro deste ano passou longe de ser tão eletrizante quanto o de 2018, quando as mulheres tomaram conta da cerimônia, e fez feio ao não premiar um único filme dirigido por mulher em nenhuma de suas categorias (nem as de atuação). Mas isso não significa que as mulheres deixaram de protagonizar bons momentos na cerimônia, realizada neste domingo (6). Leia

Globo de Ouro celebra atrizes, mas ignora filmes dirigidos por mulheres

Glenn Close, Olivia Colman, Regina King e Sandra Oh foram algumas das vencedoras da edição deste ano do Globo de Ouro. Realizada neste domingo (6) em Los Angeles, a cerimônia não premiou um único filme dirigido por mulher - em nenhuma categoria, nem mesmo as de atuação. As indicações já sinalizavam para isso: em primeiro lugar, não havia nenhuma cineasta na

Sandra Oh é primeira atriz de origem asiática a ganhar mais de um Globo de Ouro

Além de apresentar a edição deste ano do Globo de Ouro, realizada neste domingo, Sandra Oh também ganhou um troféu durante a premiação. Ela venceu na categoria de melhor atriz de série dramática pelo trabalho em Killing Eve, quebrando alguns recordes e tabus. Leia também: Globo de Ouro celebra atrizes, mas ignora filmes dirigidos por mulheres Globo de Ouro: Leia o discurso de Glenn Close na

Leia o discurso de Glenn Close no Globo de Ouro na íntegra e em português

Glenn Close fez o discurso mais marcante do Globo de Ouro 2019, realizado neste domingo (6), ao receber o prêmio de melhor atriz de drama por A Esposa. Visivelmente surpresa (muitos apostavam na vitória de Lady Gaga, por Nasce Uma Estrela), ela se emocionou ao estabelecer um paralelo entre sua mãe e sua personagem. Leia também: Globo de Ouro celebra atrizes,

Veja as mulheres indicadas ao Globo de Ouro 2019

Elisabeth Moss, Lady Gaga, Emma Stone, Regina King e Julia Roberts são algumas das mulheres que concorrem a prêmios na edição deste ano do Globo de Ouro. A cerimônia será realizada neste domingo (6) e o Mulher no Cinema começa a cobertura a partir das 21h, com comentários ao vivo no Twitter. Saiba mais: Sandra Oh será primeira pessoa de origem asiática a apresentar

Sandra Oh é primeira pessoa de origem asiática a apresentar o Globo de Ouro

A atriz Sandra Oh será a apresentadora do Globo de Ouro, que acontece neste domingo (6). Dividindo o posto com Andy Samberg (Brooklyn 99), ela será a primeira pessoa de origem asiática a apresentar não apenas esta como qualquer uma das grandes premiações dos Estados Unidos, incluindo Oscar, Emmy e Grammy. Leia também: Globo de Ouro ignora diretoras e tem "A

Globo de Ouro ignora diretoras e tem “A Favorita” entre líderes de indicações

Lembram-se de quando Natalie Portman subiu ao palco do Globo de Ouro em janeiro e anunciou os concorrentes ao troféu de direção dizendo "Aqui estão os indicados – todos homens"? Pois o recado parece não ter surtido efeito: as indicações ao prêmio deste ano, anunciadas nesta quinta-feira (6), não só não incluem nenhuma mulher na categoria como as ignoram em

7 momentos em que as mulheres brilharam no Globo de Ouro

Protestos contra o assédio e manifestações a favor da igualdade de gênero marcaram a edição deste ano do Globo de Ouro, realizada neste domingo (7). Embaladas pela recente criação do movimento Time's Up, do qual participam mais de 300 mulheres da indústria cinematográfica, as artistas levaram as discussões para o tapete vermelho e para a cerimônia. Leia também: Veja todas as

Oprah é primeira mulher negra a ganhar Globo de Ouro honorário; leia discurso na íntegra

A atriz, apresentadora, produtora e dona de emissora Oprah Winfrey tornou-se a primeira mulher negra a receber o prêmio Cecil B. DeMille, entregue anualmente durante a cerimônia do Globo de Ouro. O troféu celebra o conjunto da obra de artistas que tiveram "incrível impacto no mundo do entretenimento". Relembre: 7 momentos em que as mulheres brilharam no Globo de Ouro 2018 Leia também:

Com assédio em pauta, Globo de Ouro premia filmes e séries protagonizadas por mulheres

Filmes e programas de televisão centrados em mulheres foram os grandes premiados na edição deste ano do Globo de Ouro, marcada por manifestações a favor da igualdade de gênero e pelo fim do assédio. Produções com protagonistas femininas venceram nas principais categorias: Três Anúncios para um Crime foi escolhido melhor filme de drama, e Lady Bird: A Hora de Voar, o

Top