‘Do Jeito Que Elas Querem’ retrata amor na terceira idade

Hollywood é conhecida por estabelecer prazo de validade bem mais curto para atrizes do que para atores. Nos 100 filmes de maior bilheteria nos Estados Unidos em 2017, por exemplo, 46% dos personagens masculinos tinham 40 anos ou mais, um índice que cai para 29% no caso das mulheres, segundo estudo da San Diego State University. Dados como este alimentam a expectativa

Veja Blake Lively e Anna Kendrick no trailer de “Um Pequeno Favor”

Anna Kendrick e Blake Lively são as estrelas de Um Pequeno Favor, novo filme de Paul Feig, diretor de Missão Madrinha de Casamento (2011) e Caça-Fantasmas (2016). A estreia será em 27 de setembro. Um Pequeno Favor é baseado no romance de Darcey Bell e acompanha a investigação de Stephanie (Kendrick) para descobrir o que aconteceu com a amiga Emily (Lively), que desaparece

Maryam Touzani e a mulher no Marrocos: “Regredimos a ritmo assustador”

Em 2015, a ficção franco-marroquina Muito Amadas provocou reação violenta ao colocar quatro prostitutas como protagonistas. Dirigido por Nabil Ayouch, o filme foi banido pelo governo do Marrocos e duramente criticado por autoridades religiosas, enquanto a atriz Loubna Abidar foi vítima de agressão física, recebeu ameaças de morte e teve de deixar o país. Leia também: 7 filmes escritos, dirigidos ou

7 perguntas para a atriz Isabél Zuaa, protagonista de “As Boas Maneiras”

Há vários motivos para se assistir ao terror brasileiro As Boas Maneiras, dirigido por Juliana Rojas e Marco Dutra, que estreou nos cinemas na quinta-feira (7) após fazer premiada carreira em festivais nacionais e estrangeiros. Um destes motivos é o trabalho da atriz portuguesa Isabél Zuaa, que no papel da protagonista, Clara, guia o espectador por uma história que é de

“Vingança” quer dar visão feminina a gênero feito de clichês e sangue

Em cartaz no Brasil, o longa francês Vingança fez sua estreia no Festival de Toronto três semanas antes de virem à tona as primeiras denúncias de assédio e estupro contra o produtor americano Harvey Weinstein. Quando chegou ao circuito comercial, meses depois, já era considerado por muitos um filme para os tempos de #MeToo: a história de uma mulher que, após

Veja Lady Gaga no trailer da nova versão de “Nasce Uma Estrela”

Lady Gaga interpreta sua primeira protagonista em Nasce Uma Estrela, longa que também marca a estreia do ator Bradley Cooper na direção. A Warner Bros. divulgou o primeiro trailer legendado do longa, que estreia em 11 de outubro e entrou para a lista do Mulher no Cinema de filmes mais aguardados de 2018. Gaga interpreta o papel que já foi de

“Oito Mulheres e um Segredo” troca ladrões por ladras, mas repete fórmula da franquia

A atriz Rachel Weisz surpreendeu ao dizer, há alguns meses, que não endossa o forte coro por uma mulher no papel de James Bond. "Por que não criar nossa própria história ao invés de ser comparada a todos os homens que vieram antes?", questionou, em entrevista ao Telegraph. "As mulheres são fascinantes e deveriam ganhar suas próprias histórias." Estreias da semana:

Com Charlize Theron, “Tully” leva maternidade da vida real ao cinema

A roteirista Diablo Cody e o diretor Jason Reitman caíram nas graças do público e do Oscar com Juno (2007), a história de uma adolescente grávida que decide entregar a criança para a adoção. Mais de uma década depois, a dupla lança novo olhar sobre a maternidade em Tully, drama em cartaz nos cinemas brasileiros. A terceira parceria de Cody e Reitman

Aïssa Maïga lidera manifestação de atrizes negras em Cannes

Depois de 82 mulheres usarem o tapete vermelho do Festival de Cannes para exigir igualdade de gênero, dezesseis atrizes negras voltaram ao mesmo local nesta quarta-feira (16) para exigir maior representatividade no cinema francês. Vídeo: Veja o discurso de Agnès Varda e Cate Blanchett em Cannes – com tradução Entrevista: "Cannes se interessou pelo Brasil que o Brasil nega", diz Renée Nader Messora Guia de Cannes: Veja

Jorane Castro coloca mulheres na estrada em “Para Ter Onde Ir”

Diretora de curtas como Invisíveis Prazeres Cotidianos (2004) e Ribeirinhos do Asfalto (2011), a paraense Jorane Castro estreia no longa de ficção com o road movie Para Ter Onde Ir. A escolha é de certa forma ousada, já que o cinema brasileiro tem exemplares muitos bons do gênero, que vão de Bye Bye Brasil (1979) e Central do Brasil (1998) a O Céu

Top