Helena Ignez relembra suas personagens marcantes

Em cartaz nos cinemas com A Moça do Calendário, seu quinto longa-metragem como diretora, Helena Ignez também tem uma carreira notável como atriz. Em mais de 50 anos de carreira, trabalhou em alguns dos filmes mais importantes do cinema brasileiro, como O Assalto ao Trem Pagador (1962), O Bandido da Luz Vermelha (1968) e A Mulher de Todos (1969). Entrevista: Autora,

Autora, Helena Ignez rejeita título de musa: “A voz da musa é o silêncio”

Encontrar um texto sobre Helena Ignez que não mencione a palavra musa - do Cinema Novo, marginal, brasileiro - não é das tarefas mais fáceis. Com mais de 50 anos de carreira e papéis marcantes em alguns dos mais importantes filmes nacionais, a atriz e diretora é frequentemente citada como inspiração de outros cineastas - especialmente os dois com quem

Top