Alice Munro nas telas: os filmes baseados na obra da autora

Protagonistas mulheres! Competição em Cannes! Pedro Almodóvar! Há vários motivos para o público se animar com a chegada do drama espanhol Julieta aos cinemas brasileiros nesta quinta-feira (7). Mas eis o motivo principal: Alice Munro!

A obra da escritora canadense de 84 anos, ganhadora do prêmio Nobel de Literatura, serviu de inspiração para o roteiro de Almodóvar, que acompanha diferentes momentos na vida de uma mulher e seu relacionamento com a filha.

"Julieta", dirigido por Pedro Almodóvar
“Julieta”, dirigido por Pedro Almodóvar

Em uma carreira de mais de quatro décadas – de Dance of the Happy Shades (1968), o primeiro livro, a Vida Querida (2012), que a escritora promete ser o último – Munro se firmou como uma das mais importantes autoras em língua inglesa. Tão complexos e profundos quanto romances, seus contos costumam ser ambientados em pequenas cidades do Canadá e, em geral, acompanham mulheres comuns em momentos extraordinários, histórias pessoais nas quais um evento cotidiano pode se tornar definitivo.

Considerando a popularidade dos livros da autora, cujas vendas foram impulsionadas pelo anúncio do Nobel, em 2013, ainda há poucas adaptações de sua obra para o cinema e a televisão. E o maior destaque (ao menos até Julieta), continua sendo Longe Dela, de Sarah Polley, lançado há dez anos.

Cena do filme "Longe Dela", de Sarah Polley
Cena do filme “Longe Dela”, de Sarah Polley

Veja as adaptações de Alice Munro para o cinema e a TV:

The Ottawa Valley – Canadá, 1974
Munro chegou à telas pela primeira vez em um programa de televisão de 30 minutos exibido pela rede canadense CBC. Trata-se da adaptação do conto homônimo publicado no livro Something I’ve Been Meaning to Tell You (1974), no qual uma mulher relembra uma viagem  ao lugar onde a mãe nasceu: o vale do rio Ottawa, em Ontario. O programa teve roteiro de Anna Reiser e direção de Janine Manatis. No elenco, Karen Austin e Madeleine Sherwood.

Boys and Girls – Canadá, 1983
Curta-metragem ganhador do Oscar, é baseado no conto homônimo que integra o livro Dance of the Happy Shades (1968). Conta a história de Margaret, menina criada em uma fazenda de raposas que, embora queira se dedicar aos trabalhos rurais, tem de aceitar as tarefas domésticas. Megan Follows protagoniza o curta, escrito por Joe Wisenfeld e dirigido por Don McBrearty.

Lives of Girls and Women – Canadá, 1994
Por reunir histórias sobre uma mesma personagem, Lives of Girls and Women (1971) ficou conhecido como o único romance de Alice Munro. Nesta versão, um telefilme exibido pela rede CBC, Tanya Allen interpreta Del Jordan, uma garota crescendo em uma pequena cidade de Ontario. O roteiro é de Charles K. Pitts e Kelly Rebar, e a direção, de Ronald Wilson.

Edge of Madness – Canadá/EUA, 2002
Suspense baseado em “Uma Estação no Deserto”, parte da coletânea Falsos Segredos (1994). No conto, Annie confessa ter assassinado o marido, com quem se uniu após um casamento arranjado. As autoridades, porém, não acreditam que ela tenha cometido o crime. Caroline Dhavernas, Brendan Fehr e Jonas Chernick estão no elenco do filme dirigido por Anne Wheeler, que divide o roteiro com Charles K. Pitts. Veja o trailer (em inglês):

Longe Dela – Canada/Reino Unido/EUA, 2006
Indicado a dois Oscar, marca a estreia na direção da atriz Sarah Polley, que também assina o roteiro. Julie Christie interpreta Fiona, uma mulher que, após 50 anos de casamento, deixa o convívio com o marido para viver em uma clínica para pacientes de Alzheimer. Disponível na Netflix, é baseado no conto “O Urso Atravessou a Montanha”, parte do livro Ódio, Amizade, Namoro, Amor, Casamento, lançado em 2011. Veja o trailer abaixo (em inglês):

Canaan – Irã, 2008
“Coluna e Viga”, outro conto de Ódio, Amizade, Namoro, Amor, Casamento, inspirou este filme iraniano dirigido por Mani Haghighi, também autor do roteiro (em parceria com Ashgar Farhadi). O filme altera nomes de personagens e detalhes da história, retratando a vida de Mina (Taraneh Alidoosti), uma mulher que está prestes a se divorciar quando recebe a visita inesperada da irmã.

Amores Inversos – EUA, 2013
Adaptação do conto que dá nome ao livro Ódio, Amizade, Namoro, Amor, Casamento. Kirsten Wiig, Hailee Steinfield e Guy Pearce estrelam o filme sobre uma adolescente que, junto à melhor amiga, envia falsas cartas de seu pai para sua babá, fazendo-a acreditar que os dois têm um relacionamento. A direção é de Liza Johnson e o roteiro, de Mark Poirier, Veja o trailer:

Julieta – Espanha, 2016
Pedro Almodóvar se inspirou livremente em três contos do livro Fugitiva (2004): “Ocasião”, “Daqui a Pouco” e “Silêncio”. As histórias mostram momentos diferentes da vida de uma mesma mulher, Juliet, que tem um relacionamento distante com a filha. Veja o trailer:

One thought on “Alice Munro nas telas: os filmes baseados na obra da autora

Deixe um comentário

Top