Só um longa dirigido por mulher avança na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro

Corpo e Alma, da cineasta húngara Ildikó Enyedi, é o único longa-metragem dirigido por mulher que continua na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro. Os nove semifinalistas foram anunciados nesta quinta-feira (14). Leia também: Quatro documentários dirigidos por mulheres avançam na disputa pelo Oscar Saiba mais: Mulheres dirigiram 28% dos candidatos ao Oscar de filme estrangeiro Originalmente, 92 produções tinham sido inscritos na

Mulheres dirigiram 28% dos candidatos ao Oscar de filme estrangeiro

Dos 92 filmes inscritos na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro, 26 foram dirigidos por mulheres – o equivalente a cerca de 28%. Embora baixo, o índice representa uma melhora significativa em relação a 2016, quando cerca de 18% dos pré-candidatos à estatueta tinham direção ou codireção feminina. A lista completa de pré-indicados foi divulgada nesta quinta-feira (5) pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas,

Filme de Mattie Do é primeiro candidato de Laos ao Oscar

Pela primeira vez na história, Laos inscreveu uma produção de seu país na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro. O título escolhido, Dearest Sister, foi dirigido pela cineasta Mattie Do, conhecida como a primeira mulher a dirigir um longa-metragem no país: Chanthaly, lançado em 2012. Dearest Sister acompanha uma mulher pobre, Nok, que vive no interior mas se muda para a capital do

Filme codirigido por Tana Schémbori será candidato do Paraguai no Oscar

Dirigido pela dupla Tana Schémbori e Juan Carlos Maneglia, Los Buscadores foi escolhido para representar o Paraguai na disputa pelo Oscar de filme estrangeiro. Sucesso de bilheteria no país, o longa conta a história de Manu, jovem que decide embarcar em busca de um tesouro, munido de um mapa. Concorrer ao Oscar de filme estrangeiro é um processo de três fases. Primeiro,

“Zama”, de Lucrecia Martel, será o candidato da Argentina no Oscar

O novo trabalho de Lucrecia Martel, Zama, foi escolhido para representar a Argentina na busca pelo Oscar. O longa tem coprodução da empresa brasileira Bananeira Filmes, de Vania Catani, e será exibido no Festival do Rio. Um dos 30 filmes mais aguardados do ano segundo o Mulher no Cinema, Zama se passa no século 18 e é uma adaptação do livro escrito por Antonio Di Benedetto e publicado em 1954. Conta

Armênia seleciona “Eva”, de Anahid Abad, como candidato ao Oscar

Dirigido pela cineasta Anahid Abad, Eva será o candidato oficial da Armênia a uma indicação inédita ao Oscar de filme estrangeiro. O longa é uma coprodução com o Irã e conta a história de uma mulher que busca deixar seu traumático passado para trás. Por isso, foge com sua filha da capital da Armênia, Erevan, para o vilarejo de Artsakh. Concorrer ao Oscar

Afeganistão escolhe filme de Roya Sadat como candidato ao Oscar

A Letter to the President, dirigido pela cineasta Roya Sadat, foi escolhido como o candidato oficial do Afeganistão no Oscar. O longa buscará uma inédita indicação para o país na categoria de filme estrangeiro. O drama é centrado em Soraya (Leena Alam), presa por lutar contra punições brutais para mulheres baseadas em regras tribais. Sua única chance de libertação e sobrevivência é um

Top