Festival de Curtas exibe filmes de mulheres negras e Carole Roussopoulos

Em cartaz de 24 de agosto a 3 de setembro na capital paulista, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo terá três programas dedicados às mulheres negras e uma homenagem à cineasta suíça radicada na França Carole Roussopoulos (1945-2009). A entrada para todas as sessões do evento é gratuita. A Associação dos Profissionais do Audiovisual Negro (APAN) fez a curadoria das

Festival de Curtas: os destaques para celebrar as mulheres

O Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo começa nesta quarta-feira (24) e tem entre os destaques da programação filmes e eventos ligados à mulher e cinema. Para começar, a mostra "Feminino Plural" reúne 15 filmes dirigidos por mulheres que, segundo o festival, abordam questões que estão "na ordem do dia", como "autoimagem, soberania sobre o próprio corpo, liberdade, aceitação, diversidade." Os curtas são: A Boneca

Festival de Curtas de SP terá prêmio para mulheres

A edição deste ano do Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo terá um prêmio para filmes dirigidos por mulheres. O troféu, uma parceria entre a Spcine e o Coletivo Vermelha, será entregue ao melhor curta dirigido ou codirigido por uma mulher, que tenha protagonista feminina ou "dê destaque para histórias que abordem o assunto com complexidade e sem estereótipos". 19933

Festival de Curtas de SP tem seção dedicada a diretoras

Um programa imperdível para quem vai ao Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo é o programa "Miu Miu: Contos de Mulheres", uma seleção de filmes de diretoras de vários países. A série é patrocinada pela marca Miu Miu e terá duas exibições no festival. A primeira é neste sábado (22), a partir das 19h, no Espaço Itaú de Cinema

Top