10 filmes para ver no Festival Varilux

Dezenove produções inéditas no circuito brasileiro estão na programação do Festival Varilux de Cinema Francês, evento que neste ano atinge número recorde de cidades: mais de 55, distribuídas em 21 Estados e no Distrito Federal.

O festival começa em São Paulo nesta quarta-feira (7) e se espalha pelas demais praças na quinta (8). Em cartaz até o dia 21, inclui na programação filmes de estrelas do cinema francês como Catherine Deneuve, Juliette Binoche, Marion Cottilard, Cécile de France e Emmanuelle Riva, que morreu em janeiro.

Quer aproveitar o Varilux para prestigiar o talento feminino? Preparamos uma listinha com dez filmes dirigidos e/ou estrelados por mulheres que você não pode perder. Depois, é só consultar a programação no site oficial. Aproveite!


demain“Amanhã”
[Demain, França, 2015]
Após a publicação de um estudo científico que anunciava o possível desaparecimento de parte da humanidade até 2100, a atriz e diretora Mélanie Laurent e o cineasta Cyril Dion decidem fazer um documentário. Formando uma equipe de quatro pessoas, eles partem em uma viagem por dez países com a missão de tentar entender o que poderia levar a essa catástrofe – e, principalmente, como evitá-la.


reparer les vivants“Coração e Alma”
[Reparer les vivants, França/Bélgica, 2016]
Um acidente conecta três histórias no filme escrito e dirigido pela cineasta Katell Quillévéré. Elas envolvem três jovens que surfam em um mar furioso ao amanhecer; um homem que luta por sua vida ligado às máquinas de um hospital em Le Havre; e uma mulher que aguarda um transplante de órgão e a chance de uma nova vida em Paris. No elenco, Emmanuelle Seigner, Anne Dorval e Tahar Rahim.


une-vie-ailleurs“O Filho Uruguaio”
[Une Vie Ailleurs, França/Uruguai, 2017]
Há quatro anos Sylvie está à procura de seu filho, Felipe, que foi sequestrado pelo próprio pai, Pablo, após o divórcio do casal. Decepcionada com os esforços das autoridades francesas para encontrá-los, Sophie decide liderar as buscas ela mesma, e acaba indo parar no Uruguai. Isabelle Carré encabeça o elenco que também conta com Ramzy Bedia e Maria Dupláa. A direção é de Olivier Peyon.


mal de pierres“Um Instante de Amor”
[Mal de Pierres, França/Bélgica/Canadá, 2016]
Gabrielle é uma jovem mulher de espírito livre que vive na França. Após o término da Segunda Guerra Mundial (1939-1945), ela é considerada velha demais para permanecer solteira e obrigada a se casar com um homem que não ama. Durante uma viagem para tratar um problema de saúde, Gabrielle dá início a um relacionamento com um militar casado. Escrito e dirigido por Nicole Garcia e estrelado por Marion Cotillard.


victoria“Na Cama com Victoria”
[Victoria, França, 2016]
Em uma festa de casamento, a advogada Victoria Spick reencontra Vincent, um velho amigo, e Sam, ex-traficante que no passado ela conseguiu inocentar. No dia seguinte, Vincent é acusado de tentativa de homicídio por sua namorada. Victoria aceita defendê-lo, enquanto contrata Sam como babá. Escrito e dirigido pela cineasta Justine Triet, o filme é estrelado pela atriz Virginie Efira.


lost in paris“Perdidos em Paris”
[Paris pieds nus, França/Bélgica, 2016]
Morando no Canadá, a bibliotecária Fiona recebe uma carta angustiada da tia Marta, uma senhora de 93 anos que vive em Paris. Quando chega à capital francesa, descobre que a tia desapareceu. Em meio a desastres inexplicáveis, Fiona conhece Dom, um sem-teto que não vai deixá-la seguir sozinha em sua busca. Dirigido por Fiona Gordon e Dominique Abel, o filme é um dos últimos trabalhos da atriz Emmanuelle Riva (1927-2017).


midwife“O Reencontro”
[Sage femme, França, 2017]
Claire Breton é uma parteira que exerce a profissão com grande paixão e talento. Mãe solteira de um jovem adulto e trabalhando em uma clínica prestes a fechar, ela está em um momento de crise. As coisas ficam ainda mais complicadas com o inesperado retorno de Beatrice, a extravagante ex-mulher de seu pai. Estrelado pelas atrizes Catherine Frot e Catherine Deneuve, o filme é dirigido por Martin Provost.


telle mere telle fille“Tal Mãe, Tal Filha”
[Telle mère, telle fille, França, 2017]
Mado e Avril são mãe e filha inseparáveis, mas muito diferentes. Avril é casada, organizada e tem um bom emprego. Mado é despreocupada e sustentada pela filha desde o divórcio. Quando as duas ficam grávidas ao mesmo tempo, o embate é inevitável. Estrelado pelas atrizes Juliette Binoche e Camille Cottin, o filme é dirigido por Noémie Saglio, que também assina o roteiro em parceria com Agathe Pastorino.


a viagem de fanny“A Viagem de Fanny”
[Le Voyage de Fanny, França/Bélgica, 2016]
Fanny (Léonie Souchaud) é uma corajosa jovem de 12 anos que cuida de duas irmãs mais novas em um esconderijo na França ocupada pelos nazistas. Obrigada a fugir inesperadamente, Fanny lidera um grupo de oito crianças em uma perigosa viagem até a fronteira com a Suíça. Dirigido por Lola Doillon, que divide o roteiro com Anne Peyrègne, o filme também tem Cécile De France e Fantine Harduin no elenco.


une vie“A Vida de uma Mulher”
[Une vie, França/Bélgica, 2016]
Baseado na obra de Guy de Maupassant, o filme se passa na Normandia, em 1819, quando a jovem Jeanne (Judith Chemla) volta a viver com a família após terminar os estudos em um convento. Ela conhece o visconde Julien (Swann Arlaud) e se casa com ele, que logo se revela mesquinho e infiel. Dirigido pelo cineasta Stéphane Brizé, que assina o roteiro em parceria com Florence Vignon.

Deixe um comentário

Top