Filme de Mary Pickford, pioneira do cinema, é exibido no Ibirapuera

Compromisso imperdível para todos que se interessam pelo papel da mulher no cinema: “Meu Único Amor”, o último filme mudo da atriz e produtora Mary Pickford, será exibido de graça e ao ar livre no Parque Ibirapuera neste sábado (31), a partir das 20h. E mais: com acompanhamento musical ao vivo da Orquestra Sinfônica Heliópolis, regida pelo compositor americano David Michael Frank.

Pickford é nome fundamental de uma época do cinema em que as mulheres tinham grande protagonismo – que foi diminuindo conforme a indústria se tornou maior e mais cara. Estrela do cinema mudo, ela controlava todos os aspectos de sua carreira e ficou conhecida como uma das primeiras mulheres produtoras.

Nascida em Toronto, no Canadá, em 1892, Pickford começou a atuar quando criança para ajudar nas contas da família após a morte do pai. Aos nove anos, já sustentava a mãe e dois irmãos.

Cena do filme "Meu Único Amor", dirigido por Sam Taylor
Cena do filme “Meu Único Amor”, dirigido por Sam Taylor

Depois da estreia no cinema, em 1909, a atriz foi ganhando popularidade e soube como poucos renegociar contratos. Um deles, de 1916, lhe deu poderes raros: escolher os próprios projetos e os roteiristas e diretores com quem queria trabalhar.

No mesmo ano ela fundou sua própria produtora, a Mary Pickford Film Corporation, e não muito depois, em 1919, deu outro passo importante: ao lado de D.W. Griffith, Charlie Chaplin e Douglas Fairbanks, ela criou a United Artists, o primeiro estúdio comandado por artistas. E assim, conseguiu comandar todas as etapas de seu trabalho: a criação, a produção e a distribuição.

Em “Meu Único Amor”, o filme que será exibido no Ibirapuera, Pickford interpreta uma jovem que trabalha em uma loja e, sem saber, se apaixona pelo filho do patrão. Foi um dos maiores sucessos da atriz, que fez poucos filmes falados e encerrou a carreira em 1933. Deu tempo de ganhar um Oscar por “Coquete” – e nos anos 1970 ela ganharia outro, pelo conjunto da obra.

Para quem quer saber mais sobre essa incrível mulher do cinema, uma dica: o site da Mary Pickford Foundation tem um monte de informações sobre ela, incluindo o curta-metragem abaixo, com um pequeno resumo de uma grande carreira:

Deixe um comentário

Top