Estreias da semana: as mulheres que chegam às salas

Toda semana o Mulher no Cinema prepara uma lista com os filmes dirigidos, escritos e/ou centrados em mulheres que chegam às salas do Brasil. Veja as estreias desta quinta-feira, 28 de fevereiro.

Apoie: Colabore com o Mulher no Cinema e tenha acesso a conteúdo exclusivo


“A Caminho de Casa”
[A Dog’s Way Home, EUA, 2019]
Uma cachorrinha viaja pelo Colorado, nos Estados Unidos, em busca de seu dono. Cathryn Michon assina ao roteiro em parceria com W. Bruce Cameron. Direção de Charles Martin Smith.


“A Casa de Veraneio”
[Les estivants, França/Itália, 2018]
De férias em uma casa na Riviera Francesa, Anna precisa lidar com o fim de um relacionamento enquanto escreve seu próximo filme. Dirigido e estrelado por Valeria Bruni Tedeschi, que também assina o roteiro ao lado de Caroline Deruas-Garrel, Noémie Lvovsky e Agnès de Sacy.


“Cinderela Pop”
[Brasil, 2019]
Cintia Dorella (Maisa Silva) descobre uma traição no casamento dos pais e deixa de acreditar no amor. Morando com sua tia, ela passa a trabalhar como DJ e torna-se a Cinderela Pop. Eis que um príncipe encantado aparece. Flávia Lins é uma das roteiristas do longa, dirigido por Bruno Garotti.


“A Maldição da Freira”
[The Devil’s Doorway, Irlanda/Reino Unido, 2018]
Em 1960, dois padres são enviados pelo Vaticano à Irlanda para investigar um acontecimento milagroso. Lá, descobrem algo assustador. Dirigido por Aislinn Clarke, também uma das autoras do roteiro.


“Não Olhe”
[Look Away, Canadá, 2018]
Maria é uma tímida, solitária e insegura estudante que se abre apenas para seu reflexo no espelho. À medida que o isolamento de Maria piora em casa e na escola, seu relacionamento com o alter ego no espelho se intensifica. Ela troca de lugar com a gêmea do espelho e experimenta liberdade e confiança pela primeira vez. Mas a liberdade também desencadeia violência. Estrelado por India Eisley e dirigido por Assaf Bernstein.


“O Silêncio dos Outros”
[El Silencio de Otros, Espanha/EUA, 2018]
O documentário de Almudena Carracedo e Robert Bahar acompanha a luta por justiça de sobreviventes da ditadura espanhola liderada pelo general Francisco Franco (1892-1975). Quarenta anos após o fim do regime, elas organizaram o inovador “Processo Argentino” e combatem a amnésia imposta pelo Estado.


Observação: alguns filmes não estreiam em todas as praças. Consulte a programação da sua cidade.

Deixe um comentário

Top