“Zama” é melhor filme da década em votação do Festival de Toronto

Dirigido pela argentina Lucrecia Martel, Zama encabeçou a lista de melhores filmes da década divulgada pelo Festival de Toronto. A cinemateca do festival convidou curadores, historiadores, programadores e arquivistas a participar da votação, que aceitava tanto curtas quanto longas-metragens. Leia também: Os 100 melhores filmes dirigidos por mulheres de todos os tempos Saiba mais: Veja mais listas com dicas de filmes dirigidos por mulheres Apoie: Colabore

Lucrecia Martel: “A pobreza do cinema latino é não representar a sociedade”

Lucrecia Martel não é o que se chamaria de uma cineasta prolífica. Aos 51 anos, tem quatro longas-metragens de ficção no currículo, sendo que o mais recente, Zama, estreia nesta semana no Brasil após um intervalo de quase dez anos em relação ao anterior, o ótimo A Mulher Sem Cabeça. Num mundo que supervaloriza a produtividade e nem tanto a

“Zama”, de Lucrecia Martel, será o candidato da Argentina no Oscar

O novo trabalho de Lucrecia Martel, Zama, foi escolhido para representar a Argentina na busca pelo Oscar. O longa tem coprodução da empresa brasileira Bananeira Filmes, de Vania Catani, e será exibido no Festival do Rio. Um dos 30 filmes mais aguardados do ano segundo o Mulher no Cinema, Zama se passa no século 18 e é uma adaptação do livro escrito por Antonio Di Benedetto e publicado em 1954. Conta

Veja o trailer de “Zama”, novo filme da diretora Lucrecia Martel

Saiu o primeiro trailer de Zama, novo filme da cineasta argentina Lucrecia Martel, diretora de O Pântano (2001), A Menina Santa (2004) e A Mulher Sem Cabeça (2008). Ainda não há previsão de estreia no Brasil. Um dos 30 filmes mais aguardados do ano segundo o Mulher no Cinema, Zama se passa no século 18 e é uma adaptação do livro escrito por Antonio

Top