“Bixa Travesty” ganha Teddy Awards de melhor documentário

Dirigido por Claudia Priscilla e Kiko Goifman, Bixa Travesty ganhou o troféu de melhor documentário no Teddy Awards, premiação que destaca filmes com temática LGBT no Festival de Berlim. O longa conta a história da artista Linn da Quebrada, que volta a aparecer no cinema depois de ser uma das personagens de Meu Corpo É Político, de Alice Riff. O júri do

Alice Riff sobre “Meu Corpo É Político”: “Quis fazer um filme sobre pessoas vivas”

Paula toma café da manhã com a mãe antes de sair para trabalhar. Linn usa transporte público para ir até um estúdio. Fernando assiste às aulas da faculdade. Giu sai com os amigos para dançar. Ações cotidianas como estas são retratadas por Meu Corpo É Político, documentário de Alice Riff sobre quatro militantes LGBT que vivem na periferia da capital

Top