Mulheres levam prêmios de doc e direção no Festival do Rio

Dirigido por Petra Costa e Lea Glob, “Olmo e a Gaivota” ganhou o prêmio de melhor documentário no Festival do Rio, que entregou seus troféus na noite desta terça-feira (13).

Foi uma ótima noite para as mulheres diretoras: estreante em longas, Anita Rocha da Silveira, de “Mate-me Por Favor”, dividiu o prêmio de melhor direção de filme de ficção com Ives Rosenfeld (“Aspirantes”); já Maria Augusta Ramos levou o troféu de direção de documentário por “Futuro Junho”.

Veja todas as mulheres premiadas no Festival do Rio:

PREMIÉRE BRASIL

Melhor direção – longa-metragem de ficção

Anita Rocha da Silveira, por “Mate-me Por Favor”

Melhor atriz – longa-metragem de ficção

Valentina Herszage, por “Mate-me Por Favor”

Melhor atriz coadjuvante – longa-metragem de ficção

Alyne Santa, por “Boi Neon”

Júlia Bernat, por “Aspirantes”

Melhor documentário 

“Olmo e a Gaivota”, de Petra Costa e Lea Glob

Melhor direção – documentário

Maria Augusta Ramos, por “Futuro Junho”

Melhor curta-metragem

“Pele de Pássaro”, de Clara Peltier

NOVOS RUMOS 

Melhor curta-metragem:

“Outubro Acabou”, de Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes

Prêmio especial do júri

“Jonas”, de Lô Politi

+

Veja a lista completa aqui

One thought on “Mulheres levam prêmios de doc e direção no Festival do Rio

Deixe uma resposta para hingrett Cancelar resposta

Top